Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Líderes de Donetsk e Lugansk anunciam início de evacuação em massa de população para Rússia (VÍDEOS)

© REUTERS / Forças Armadas da UcrâniaSoldados das Forças Armadas da Ucrânia participam dos exercícios militares na região de Donetsk, Ucrânia, 15 de fevereiro de 2022
Soldados das Forças Armadas da Ucrânia participam dos exercícios militares na região de Donetsk, Ucrânia, 15 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2022
Nos siga noTelegram
Denis Pushilin, líder da autoproclamada República Popular de Donetsk, anunciou o início de evacuação da população para o território russo em um vídeo publicado hoje, sexta-feira (18), no Telegram.
Ele notou que, segundo acordado com as autoridades russas, foi reservado espaço para a população da República Popular de Donetsk (RPD) e República Popular de Lugansk (RPL). Nos postos fronteiriços também foram criadas condições para uma passagem rápida.
Conforme suas palavras, às Forças Armadas da Ucrânia será ordenado brevemente para começar a ofensiva na região.

"O presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, vai ordenar muito em breve aos militares para iniciarem uma ofensiva, realizando o plano de invasão no território das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk", disse.

Conforme informou um correspondente da Sputnik, em Donetsk foi ativada a sirene de defesa civil.
"As Forças Armadas da República Popular de Donetsk, tendo experiência em realizar combates, estão em situação de alerta de combate permanente, são capazes de proteger totalmente a população civil e infraestruturas. Mesmo assim, durante bombardeios das povoações da república pelo adversário, pode haver ameaças à vida e saúde dos nossos cidadãos", afirmou Denis Pushilin.
Um anúncio idêntico foi feito também pelo líder da República Popular de Lugansk, Leonid Pasechnik. Ele deu início à evacuação da população civil para a Rússia e encarregou as entidades responsáveis de assegurarem o processo.
Além disso, Pasechnik exortou os homens capazes de segurar armas a protegerem a república.
Ontem (17), as repúblicas de Donbass declararam que a situação na linha de contato se agravou, e que Kiev ignora todos os compromissos atingidos anteriormente. Mesmo assim, a Ucrânia insiste que está inclinada a resolver o conflito através dos meios políticos e diplomáticos.
O conflito no leste da Ucrânia decorre já há quase oito anos. Ele já deixou mais de 13.000 mortos e cerca de 44.000 feridos, de acordo com os dados da ONU. A desescalada está sendo discutida na reunião do grupo de contato na capital belarussa, como base são usados os Acordos de Minsk.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала