Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Arqueólogos descobrem casas mais antigas dos Emirados Árabes Unidos de 8.500 anos de idade (FOTOS)

© Foto / Departamento de Cultura e Turismo - Abu DhabiVista do sítio arqueológico nos Emirados Árabes Unidos onde foi encontrada casa de 8.500 anos
Vista do sítio arqueológico nos Emirados Árabes Unidos onde foi encontrada casa de 8.500 anos - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2022
Nos siga noTelegram
A descoberta foi realizada na ilha de Ghagha, na região ao oeste da cidade de Abu Dhabi, por arqueólogos do Departamento de Cultura e Turismo (DCT).
De acordo com comunicado divulgado pelo DCT nesta quinta-feira (17), as estruturas encontradas no local são simples, feitas de pedra e preservadas a uma altura de até um metro.
Os arqueólogos acreditam que ali se encontravam pequenas casas de uma comunidade que provavelmente vivia na ilha durante todo o ano. Também foram escavados artefatos em alguns dos quartos, como pontas de flechas que seriam usadas para caça.

"É provável que a comunidade também tenha usado os ricos recursos do mar. Não se sabe por quanto tempo o assentamento existiu, mas depois de ser abandonado ele aparentemente continuou sendo uma parte importante da paisagem cultural, pois há quase 5.000 anos uma pessoa foi enterrada nas ruínas das estruturas. Este é um dos poucos túmulos deste período conhecidos nas ilhas de Abu Dhabi", informou o DCT em comunicado.

© Foto / Departamento de Cultura e Turismo - Abu DhabiDetalhe das construções de 8.500 anos descobertas na ilha de Ghagha, nos Emirados Árabes Unidos
Detalhe das construções de 8.500 anos descobertas na ilha de Ghagha, nos Emirados Árabes Unidos - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2022
Detalhe das construções de 8.500 anos descobertas na ilha de Ghagha, nos Emirados Árabes Unidos
Os arqueólogos também chegaram à conclusão de que essas casas comprovam a existência de assentamentos no período Neolítico antes do desenvolvimento das rotas marítimas mercantis, sugerindo que estas não foram a razão para surgirem assentamentos na área, como se imaginava anteriormente.

"Esses achados arqueológicos mostraram que as pessoas estavam assentando e construindo casas aqui há 8.500 anos. As descobertas na ilha de Ghagha destacam que as características de inovação, sustentabilidade e resiliência têm feito parte do DNA dos habitantes desta região por milhares de anos", explicou o diretor do DCT, Mohamed Al Mubarak.

A equipe de pesquisadores disse ainda que os achados recentes trazem um novo entendimento sobre a dinâmica das ilhas de Abu Dhabi, que elas provavelmente eram uma espécie de "costa fértil", ao contrário da ideia de que a região era simplesmente seca e praticamente inabitável.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала