Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Moscou tomará medidas contra Ucrânia caso cidadãos russos sejam ameaçados, diz diplomata

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensMilitares russos na Parada Militar dedicada ao 72º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria na Praça Vermelha em Moscou, 9 de maio de 2017
Militares russos na Parada Militar dedicada ao 72º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria na Praça Vermelha em Moscou, 9 de maio de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2022
Nos siga noTelegram
Vladimir Chizhov, representante permanente da Rússia na União Europeia, declarou nesta terça-feira (15) que Moscou não vai tomar qualquer medida contra a Ucrânia a menos que Kiev faça uma provocação.
Ele afirmou que Moscou não vai permitir o "assassinato descarado de cidadãos russos, inclusive em Donbass".

"Não devem se surpreender se respondermos [...] se eles [os ucranianos] começarem a matar cidadãos russos, seja em Donbass ou em outro lugar", afirmou ao The Guardian.

De acordo com o diplomata, o número de tropas russas próximo da fronteira ucraniana (que é frequentemente citado como um sinal do "acúmulo militar" russo) é igual ao número de militares envolvidos nos recentes exercícios Ocidente-2021, que não causou grandes preocupações.
Vladimir Zelensky, presidente ucraniano, e Olaf Scholz, chanceler da Alemanha, participam de entrevista coletiva em Kiev, Ucrânia, 14 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Panorama internacional
Kiev quer filiação na OTAN, isso seria 'garantia de segurança' à Ucrânia, diz Zelensky
A situação em torno da Ucrânia piorou nas últimas semanas, com a OTAN criando alarme e alguns países declarando que a Rússia estaria planejando uma "invasão" da Ucrânia.
O Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que as "notícias falsas" das mídias norte-americanas buscam desestabilizar a situação interna da Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала