Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Сâmara baixa do Parlamento russo vota projeto para reconhecer Lugansk e Donetsk

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensVyacheslav Volodin fala na Duma da Rússia em 24 de dezembro de 2020
Vyacheslav Volodin fala na Duma da Rússia em 24 de dezembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2022
Nos siga noTelegram
A câmara baixa do Parlamento russo votou a favor de um apelo ao presidente russo, Vladimir Putin, sobre o reconhecimento das repúblicas autoproclamadas de Lugansk e Donetsk.
"Os deputados consideram que o reconhecimento da República Popular de Lugansk [RPL] e da República Popular de Donetsk [RPD] criará fundamentos para obter garantias de segurança e a proteção dos moradores destas repúblicas de ameaças externas, além de fortalecer a paz internacional e estabilidade regional, conforme os objetivos e princípios da Carta das Nações Unidas, iniciando o processo de reconhecimento internacional de ambos os Estados", afirmou o presidente da Duma de Estado (Parlamento) da Rússia Vyacheslav Volodin.
A câmara baixa do Parlamento russo votou a favor de um apelo ao presidente russo, Vladimir Putin, sobre o reconhecimento das repúblicas autoproclamadas de Lugansk e Donetsk.
"O apelo ao presidente da Rússia sobre a necessidade de reconhecer a RPD e a RPL será enviado imediatamente", escreveu Volodin.
Moscou espera que os líderes da missão de monitoramento da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) tenham uma interação construtiva com Lugansk e Donetsk, afirmou o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov.
"Também é preciso garantir a imparcialidade do acompanhamento da situação pela missão de monitoramento da OSCE, esperamos de sua liderança uma cooperação de trabalho construtiva com as autoridades de Donetsk e Lugansk, tal como é exigido pelo mandato dessa missão", afirmou.
Militares russos na Parada Militar dedicada ao 72º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria na Praça Vermelha em Moscou, 9 de maio de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2022
Panorama internacional
Moscou tomará medidas contra Ucrânia caso cidadãos russos sejam ameaçados, diz diplomata
No dia 19 de janeiro, foi enviado um apelo ao presidente russo para que considerasse o reconhecimento das duas repúblicas o mais rápido possível, visando criar a base legal para as relações interestatais e a regulação de todos os aspectos de cooperação e apoio mútuo.
De acordo com Volodin, Washington está elevando a tensão, fornecendo armas à Ucrânia em conjunto com os países europeus, com Kiev descumprindo os acordos de Minsk, o que representa uma ameaça à vida dos cidadãos destas repúblicas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала