Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Testes na Rússia e Azerbaijão mostram segurança da combinação de vacinas AstraZeneca e Sputnik Light

© Sputnik / Aleksandr KryazhevAmpola da Sputnik Light, vacina anti-COVID-19, durante vacinação em Novossibirsk
Ampola da Sputnik Light, vacina anti-COVID-19, durante vacinação em Novossibirsk - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Nos siga noTelegram
O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), o grupo R-Pharm e a AstraZeneca anunciam os resultados provisórios dos ensaios clínicos de fase II para avaliar a segurança e imunogenicidade do uso combinado da vacina da AstraZeneca e do primeiro componente da vacina contra o coronavírus Sputnik V (Sputnik Light).
De acordo com os resultados provisórios dos ensaios, envolvendo 100 voluntários na Rússia e 100 voluntários no Azerbaijão, a combinação de vacinas demonstrou um perfil de segurança aceitável, que é consistente com os resultados dos ensaios clínicos anteriores das vacinas AstraZeneca, Sputnik V e Sputnik Light.
Os voluntários foram monitorados por 57 dias após a primeira dose. Os resultados do monitoramento demonstraram um bom perfil de segurança da combinação. Não foram registrados eventos adversos graves relacionados à vacinação.
A pesquisa conduzida pelo RFPI, o Centro Gamaleya, a AstraZeneca e o R-Pharm é o primeiro estudo no mundo a avaliar o uso combinado de componentes de diferentes vacinas de adenovírus para prevenir a infecção por coronavírus. Em dezembro de 2021, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou uma abordagem semelhante, também conhecida como vacinação de reforço heteróloga. A OMS estima que a intercambialidade de diferentes medicamentos permitirá maior flexibilidade nos programas de vacinação e aumentará a eficácia e a acessibilidade das vacinas.
Âmpolas com vacina Sputnik Light  - Sputnik Brasil, 1920, 22.12.2021
Propagação e combate à COVID-19
Dose da Sputnik Light após Sputnik V induz resposta robusta de anticorpos contra Ômicron, diz estudo
O ensaio clínico conjunto de fase II para avaliar a segurança e a imunogenicidade da combinação da vacina da AstraZeneca e do primeiro componente da vacina Sputnik V está sendo realizado com base no memorando assinado em dezembro de 2020 pelo RFPI, o Centro Gamaleya, AstraZeneca e R-Pharm. O estudo decorre no Azerbaijão, Rússia e Emirados Árabes Unidos. Os voluntários recebem injeções intramusculares da vacina AstraZeneca e do componente Ad26-S da vacina Sputnik V em diferentes sequências em intervalos de 28 dias.
"Os dados preliminares do ensaio clínico para testar a combinação de vacinas Sputnik Light e AstraZeneca apoiam a abordagem 'mix and match' para revacinação. Com o surgimento de perigosas e preocupantes novas variantes, essa abordagem pode fornecer uma proteção segura, eficaz e de longo prazo", explicou o diretor-geral do fundo soberano russo, Kirill Dmitriev.
"Os dados de segurança atuais se somam aos dados sobre o perfil de alta imunogenicidade da combinação de vacinas que foram anunciados anteriormente. Estamos a um passo de concluir os estudos. Os resultados estão sendo processados", disse Vasily Ignatiev, diretor-geral do R-Pharm Group JSC.
Segundo Irina Panarina, diretora-geral da AstraZeneca para a Rússia e Eurásia, "os resultados obtidos nos ensaios clínicos indicam a segurança da combinação de vacinas. O uso de 'coquetéis de vacinas' pode ser uma opção ante as crescentes necessidades dos sistemas de saúde para vacinar a população em todo o mundo".

Vacina Sputnik Light

A vacina Sputnik Light é baseada no sorotipo de adenovírus humano recombinante número 26 (o primeiro componente da Sputnik V). O regime de vacinação de dose única da Sputnik Light facilita a administração e ajuda a aumentar a eficácia e a duração de outras vacinas quando usadas como dose de reforço.
A Sputnik Light como dose de reforço aumenta significativamente a atividade de neutralização da variante Ômicron do vírus, que é comparável aos títulos observados após a aplicação da Sputnik V contra o vírus do tipo selvagem, associada a altos níveis de proteção. A Sputnik Light foi registrada em mais de 30 países com uma população total de mais de 2,5 bilhões de pessoas. Vários países, incluindo Argentina, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, San Marino e Filipinas, já autorizaram a Sputnik Light como um reforço universal.

Vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca

A vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca foi desenvolvida pela Universidade de Oxford e sua empresa derivada, a Vaccitech. Ela usa um vetor viral com deficiência de replicação baseado em uma versão enfraquecida de um vírus do resfriado comum (adenovírus) que causa infecções em chimpanzés e contém o material genético da proteína spike do vírus SARS-CoV-2. Após a vacinação, é produzida a proteína spike, preparando o sistema imunológico para atacar o vírus SARS-CoV-2 se ele posteriormente infectar o corpo.
Ampola da Sputnik Light, vacina anti-COVID-19, durante vacinação em Novossibirsk - Sputnik Brasil, 1920, 27.01.2022
Propagação e combate à COVID-19
Sputnik V é eficaz contra a Ômicron e serve como reforço universal, dizem virologistas
O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) é um fundo soberano da Rússia criado em 2011 para fazer coinvestimentos em projetos, principalmente na Rússia, ao lado de investidores financeiros e estratégicos internacionais de renome. O RFPI atua como um catalisador para o investimento direto na economia russa. A empresa de gestão do RFPI está sediada em Moscou. Atualmente, o RFPI tem experiência na implementação conjunta bem-sucedida de mais de 100 projetos com parceiros estrangeiros, totalizando mais de 2,1 trilhões de rublos e cobrindo quase todas as regiões da Rússia. O RFPI estabeleceu parcerias estratégicas conjuntas com os principais coinvestidores internacionais de mais de 18 países, totalizando mais de US$ 40 bilhões. Mais informações podem ser encontradas em www.rdif.ru.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала