Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Propostas russas serão aceitas caso haja passos análogos em Kaliningrado, diz diplomata alemão

© AP Photo / Michael SohnWolfgang Ischinger, presidente da Conferência de Segurança de Munique (MSC), durante coletiva de imprensa em Berlim, 14 de fevereiro de 2022
Wolfgang Ischinger, presidente da Conferência de Segurança de Munique (MSC), durante coletiva de imprensa em Berlim, 14 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Nos siga noTelegram
Algumas das propostas da Rússia sobre garantias de segurança, inclusive referentes às tropas e armas da OTAN na Ucrânia, poderiam ser aceitas se Moscou concordar com passos análogos em Kaliningrado, disse hoje (14) o presidente da Conferência de Segurança de Munique (MSC, na sigla em inglês), Wolfgang Ischinger.
"Uma parte das demandas russas é que [...] não deve haver quaisquer tropas, armas nucleares e outros mísseis do Ocidente [na Ucrânia]. No ato fundador Rússia-OTAN de 1997, está escrito, a respeito dos novos países-membros da Aliança Atlântica, que nem forças significativas, nem sistemas nucleares, podem ser implantados" nos territórios desses países, disse o presidente durante o briefing.

"Não acho particularmente difícil sinalizar ao lado russo que nós certamente não queremos tratar a Ucrânia de alguma forma diferente dos países no Leste Europeu que viraram membros da OTAN", acrescentou.

Ele declarou ainda que neste caso, Moscou "deve estar pronta para assumir obrigações similares, por exemplo, sobre temas como Kaliningrado ou outros."
Bandeira da Ucrânia em Kiev e Monumento à Pátria Mãe, à direita - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Panorama internacional
Embaixador ucraniano no Reino Unido diz que Kiev 'pode' concordar em não se juntar à OTAN
Comentando sobre as perspectivas da Ucrânia e Geórgia aderirem à OTAN, o chefe da MSC reconheceu que falta consenso a respeito deste assunto na aliança.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала