Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Fifa exige nova data para clássico Brasil x Argentina das eliminatórias para Copa do Mundo no Catar

© NELSON ALMEIDAJogadores da Argentina e do Brasil após funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entrarem em campo da Arena Corinthians, em São Paulo, Brasil, durante partida sul-americana de futebol de qualificação para a Copa do Mundo da FIFA no Catar em 2022, 5 de setembro de 2021
Jogadores da Argentina e do Brasil após funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entrarem em campo da Arena Corinthians, em São Paulo, Brasil, durante partida sul-americana de futebol de qualificação para a Copa do Mundo da FIFA no Catar em 2022, 5 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Nos siga noTelegram
CBF leva "cartão vermelho", e presidente da AFA diz que vai perdir o "tira teima". Partida pelas eliminatórias da Copa foi interrompida depois que autoridades sanitárias invadiram o gramado no ano passado.
Nesta segunda-feira (14), a Fifa anunciou que o clássico entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias da Copa do Mundo que iria acontecer em São Paulo, vai ter de ser realizado em outra data e local ainda não determinados.
O jogo, interrompido pela invasão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ao gramado da Arena Corinthians, no ano passado, não mexe na tabela da competição que segue com Brasil e Argentina garantidos para o Mundial do Catar. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e AFA (Associação de Futebol Argentino) queriam os pontos da partida, ao contrário da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e da Fifa, que preferem o campo.
Segundo o Globo Esporte, a partida possivelmente deve ter data em junho.
A Fifa também anunciou punições aos envolvidos no episódio do ano passado. A CBF foi multada em R$ 3,1 milhões por causa das falhas na organização do jogo e pela invasão do campo. Já a AFA recebeu uma multa de R$ 1,4 milhão por ter tido jogadores burlando as regras sanitárias brasileiras. Os jogadores Emiliano Martínez, Giovanni Lo Celso, Cristian Romero e Emiliano Buendía foram suspensos por dois jogos, que terão de ser cumpridos na data Fifa de março, mas ainda com chances de participar do jogo contra o Brasil.
CBF e AFA podem recorrer da decisão junto ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) caso o Comitê de Apelação da Fifa negue o pedido.
Primeira Liga – Belenenses contra Benfica 
 - Sputnik Brasil, 1920, 29.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Detectados 13 casos da variante Ômicron entre jogadores de futebol em Portugal

'Falta grave'

No dia 5 de setembro de 2021, o jogo entre Brasil e Argentina foi interrompido minutos depois do início da partida, quando técnicos da Anvisa tentavam notificar quatro jogadores da Argentina que teriam burlado normas sanitárias ao entrar no Brasil.
Com três titulares (dentre os quatro) jogando na Inglaterra, os jogadores eram obrigados a fazer quarentena de 14 dias ao entrar no Brasil pelas regras vigentes na época. Mas dois dias antes do jogo, ao entrarem no Brasil, os jogadores omitiram o fato das autoridades sanitárias que só se deram conta do fato, no dia seguinte.
Mesmo vacinados e com testes negativo, a Anvisa "entrou de sola" nos jogadores e não deu espaço para negociações
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала