Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Buraco negro supermassivo é flagrado lançando rajadas de gás a 70 milhões de anos-luz (FOTO)

© NASA . JPL-CALTECHConcepção artística de um buraco negro supermassivo de ponto preto central primitivo
Concepção artística de um buraco negro supermassivo de ponto preto central primitivo - Sputnik Brasil, 1920, 10.02.2022
Nos siga noTelegram
O buraco negro se encontra no centro de uma galáxia espiral a aproximadamente 70 milhões de anos-luz de distância da Terra.
Uma equipe de cientistas do Observatório Europeu do Sul registrou imagens de um buraco negro supermassivo, localizado no centro da galáxia espiral NGC 7582, a aproximadamente 70 milhões de anos-luz de distância da Terra, na constelação do Grou.
O registro do observatório, realizado com o instrumento MUSE (explorador espectroscópico de unidades múltiplas) mostra o buraco negro emitindo uma rajada de gás.
"A galáxia contém um núcleo ativo, um motor central extremamente energético impulsionado pelo buraco negro supermassivo que devora o material mais próximo. Neste processo, a matéria se aquece, lançando enormes quantidades de energia e poderosos ventos até a área circundante", segundo os especialistas.
Além disso, a amostra faz parte de uma pesquisa cujo objetivo é "descobrir o efeito de um buraco negro ativo na formação de estrela na galáxia".
© Foto / ESO / Juneau et al.Buraco negro supermassivo, localizado no centro da galáxia espiral NGC 7582, a aproximadamente 70 milhões de anos-luz de distância da Terra
Buraco negro supermassivo, localizado no centro da galáxia espiral NGC 7582, a aproximadamente 70 milhões de anos-luz de distância da Terra - Sputnik Brasil, 1920, 10.02.2022
Buraco negro supermassivo, localizado no centro da galáxia espiral NGC 7582, a aproximadamente 70 milhões de anos-luz de distância da Terra
Para averiguá-lo, um recente estudo do centro norte-americano NOIRLab analisou a distribuição de diferentes elementos ionizados na nebulosa.
De acordo com o relatório, a imagem da direita mostra o oxigênio, nitrogênio e hidrogênio em azul, verde e vermelho respectivamente.
"As áreas vermelhas brilhantes são regiões de alta atividade de formação estelar, enquanto as regiões azuis dominantes revelam o material em forma de cone que flui até o exterior do núcleo ativo", indica a análise.
A imagem da esquerda, que cobre a mesma área, apresenta uma "vista clássica do corpo celeste, com trilhas de poeira que obscurecem a luz estelar azul e laranja".
Por sua vez, o MUSE possibilitou mapear o movimento das estrelas e do gás. Isso permitiu descobrir que a "NGC 7582 pode ter uma estrutura que rodeia seu buraco negro supermassivo central e protege o resto da galáxia da potente emissão de energia proveniente do núcleo ativo, o desviando e afastando dela em forma de um vento extremamente poderoso".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала