- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Mídia: deputados do Podemos apoiam ida de Moro ao União Brasil para terem mais verba para campanhas

© Folhapress / LC MoreiraVisita do pré-candidato à presidência da República, Sérgio Moro, do Podemos ao LIDE Ceará, 8 de fevereiro de 2022
Visita do pré-candidato à presidência da República, Sérgio Moro, do Podemos ao LIDE Ceará, 8 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.02.2022
Nos siga noTelegram
Segundo parte da bancada do partido, verba requisitada por Moro levaria uma boa fatia do fundo eleitoral recebido pela sigla, deixando pouco orçamento para campanha de deputados.
De acordo com o jornal O Globo, após a aprovação do União Brasil – partido que nasceu da fusão do DEM com o PSL – pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), parte da bancada federal do Podemos defende que o ex-ministro, Sergio Moro, seja candidato à presidência pela nova fusão.
O motivo seria o fato de que o ex-juiz teria pedido R$ 90 milhões dos R$ 197,33 milhões estimados do fundo eleitoral da sigla, o que, na visão do Podemos, deixaria pouco dinheiro para a eleição da bancada.
A meta da direção nacional do partido é mais que dobrar o número de eleitos em relação a 2018, indo de 11 para 25 deputados, segundo a mídia. Pela cláusula de barreira, para ter acesso ao fundo eleitoral a legenda precisa eleger 11 deputados.
Antônio Carlos Magalhães Neto. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 06.10.2021
Notícias do Brasil
DEM aprova fusão com PSL e novo partido União Brasil é anunciado
Portanto, para alavancar todos os possíveis eleitos, é preciso um grande orçamento, e com a candidatura de Moro, uma boa parte da verba seguiria para campanha do ex-juiz.
Deputados ouvidos reservadamente pela reportagem do jornal dizem que a especulação sobre a ida de Moro para o União "caiu como uma luva" e trouxe "alívio" à bancada, que tem dúvidas sobre as condições financeiras do partido.
No entanto, por meio de sua assessoria de imprensa, o ex-ministro da Justiça disse que "é falsa" a informação sobre a exigência dos recursos. O Podemos também afirmou, em nota, que está trabalhando na construção de um projeto que será apresentado ao Brasil sob a liderança de Moro.
Ministro da Justiça Sergio Moro durante debate em comissão do Senado, em Brasília - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Notícias do Brasil
'Subserviência aos EUA': como laços de Moro com Washington podem influenciar sua política externa?
Segundo pesquisa da Genial/Quaest divulgada hoje (9) e noticiada pelo Valor Econômico, o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, mantém a liderança na disputa pela presidência da República, com 45% das preferências dos eleitores, contra 23% do presidente Jair Bolsonaro.
O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) estão empatados com 7% das intenções de voto, assim como o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o deputado federal André Janones (Avante), ambos com 2%.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала