Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Alemanha é 'Estado ocupado' e países da Europa também se renderam, diz Rússia

© REUTERS / Arnd WiegmannAviões dos EUA na base do país em Ramstein, Alemanha, 4 de fevereiro de 2022
Aviões dos EUA na base do país em Ramstein, Alemanha, 4 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.02.2022
Nos siga noTelegram
Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia comentou as relações entre a Alemanha e os EUA, que disse não serem "uma relação de iguais".
A Alemanha segue sendo um Estado ocupado hoje, declarou Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em entrevista de terça-feira (8) à RT.

"A Alemanha, de acordo com uma série de características relevantes – esta não é minha opinião, nem da Rússia, isto corresponde aos termos e métricas da ciência política segue sendo, de uma forma ou outra, um Estado ocupado: 30.000 [tropas] americanas estão lá estacionadas", disse ela, apontando a Alemanha como "simplesmente um protetorado" de Washington.

"Os embaixadores americanos na Alemanha, que deviam estar trabalhando lá para melhorar relações bilaterais, estão dando ordens a funcionários alemães", afirmou.
Zakharova citou o caso de Richard Grenell, embaixador dos EUA em Berlim durante a presidência norte-americana de Donald Trump (2017-2021), que estava "lhes dando ordens literalmente todos os dias sobre o que fazer em questões como o Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2)".
Presidente dos EUA, Joe Biden, em 4 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.02.2022
Panorama internacional
'Scholz não é Merkel, Macron quer ser de Gaulle': mídia revela conversas de Biden a portas fechadas
"A Alemanha precisa deste gás não porque goste da Rússia ou nos queira agradar – eles simplesmente precisam dele, é o que alimenta sua economia, é um recurso do qual depende seu desenvolvimento industrial, é o que eles precisam para viver, basicamente [...] um assunto vital", referiu ela.
Ela sublinhou que as relações entre os EUA e a Alemanha não são uma relação de iguais".

"Eles falam assim com toda a gente. Mas a maior parte deles, se você tomar a UE [União Europeia], simplesmente se rendeu". A Rússia, pelo contrário, recusa-se a ser tratada dessa forma. "Podem dar ordens a qualquer um que goste disso - mas nós não, por isso não se fala assim conosco", disse Zakharova. "Se violarem algo que diz respeito aos nossos interesses e for contra o direito internacional, terão ações em resposta".

Na segunda-feira (7) Joe Biden, presidente dos EUA, instou Berlim a "encerrar" o gasoduto russo Nord Stream 2, durante a visita de OIaf Scholz, chanceler da Alemanha, a Washington.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала