Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Putin assegurou que não planeja iniciar escalada na Ucrânia, diz Macron

© REUTERS / Thibault CamusPresidentes da Rússia e da França, Vladimir Putin e Emmanuel Macron, durante coletiva de imprensa conjunta em Moscou, 7 de fevereiro de 2022
Presidentes da Rússia e da França, Vladimir Putin e Emmanuel Macron, durante coletiva de imprensa conjunta em Moscou, 7 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.02.2022
Nos siga noTelegram
O presidente russo, Vladimir Putin, assegurou ao presidente francês, Emmanuel Macron, que não planeja iniciar escalada na Ucrânia, segundo líder da França.
Na segunda-feira (7), o presidente da França, Emmanuel Macron, visitou Moscou para se reunir com o líder russo Vladimir Putin. Depois, ele se encaminhou para Kiev a fim de se encontrar com o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky.
Falando na capital ucraniana, Macron disse que a resolução da crise em torno da Ucrânia pode levar meses, e também confirmou que o presidente Putin lhe assegurou que não estaria por trás de nenhuma escalada de tensões.
O mandatário francês acrescentou que as conversas com Putin e Zelensky, nas últimas 24 horas, lhe ajudaram a avançar na tentativa de estabilizar a região, informa a agência Reuters.

"Trocamos ontem [7] opiniões com Putin sobre questões de segurança e assuntos militares, ele me disse que não promoverá a iniciativa de uma escalada [de conflito na Ucrânia]. Acho que isso é importante", revelou Macron durante coletiva de imprensa com Zelensky.

A Rússia negou por diversas vezes as acusações por parte do Ocidente e da Ucrânia de realizar "ações agressivas", declarando que não ameaça ninguém e não tem intenções de atacar. Segundo autoridades russas, as declarações sobre "agressão da Federação da Rússia" são utilizadas como pretexto para instalar mais equipamento militar da OTAN nas proximidades das fronteiras russas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала