Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA devem cancelar acordo de US$ 100 milhões de venda de armas para Taiwan, diz China

CC BY 2.0 / Agência de Defesa contra Mísseis dos EUA / THAAD 2nd Launch2Sistema de mísseis antibalísticos dos EUA, THAAD
Sistema de mísseis antibalísticos dos EUA, THAAD - Sputnik Brasil, 1920, 08.02.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores da China condenou os planos de venda de armas dos EUA para Taiwan, afirmando que o acordo de US$ 100 milhões (R$ 526 milhões) deveria ser cancelado.
"A China protesta veementemente e condena esta ação […] Os EUA devem cancelar a proposta imediatamente", afirmou o porta-voz chinês, Zhao Lijian.
Zhao Lijian também afirmou que a China vai tomar medidas robustas para garantir seus próprios interesses de segurança.
Anteriormente, o governo norte-americano aprovou um acordo milionário com Taiwan para o fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea Patriot.
Operador de câmera em frente a uma tela antes de cúpula da OTAN, no centro de imprensa em Bruxelas, Bélgica, 13 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 08.02.2022
Panorama internacional
China diz que expansão da OTAN não ajudará na questão da segurança global
Além disso, a China também apelou a todos os envolvidos para se absterem de ações que possam agravar a situação na Ucrânia, como a implantação de complexos THAAD na região.
Taiwan é um território autogovernado, mas com laços estreitos com os EUA, incluindo militares, apesar da falta de reconhecimento oficial por parte de Washington e de quase todos os países do mundo. Nos anos 1970, a ONU passou a reconhecer a República Popular da China como a única representante legítima da China.
Pequim declara que apenas é uma questão de tempo até Taipé se reunificar com a China continental, e que se trata de uma questão interna do país.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала