Israel manterá 'liberdade de ação' contra Irã com ou sem acordo nuclear, diz premiê do país

© Foto / Public domainTeste bem-sucedido com o interceptor Arrow-3 (foto de arquivo)
Teste bem-sucedido com o interceptor Arrow-3 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 07.02.2022
Nos siga noTelegram
O premiê de Israel, Naftali Bennett, rotulou o Irã de "maior ameaça ao Estado de Israel" durante uma reunião do gabinete em Jerusalém no domingo (6).
Ele também conversou com o presidente dos EUA, Joe Biden, pela primeira vez em meses, para discutir as crescentes preocupações sobre o Irã e a potencial retomada do acordo nuclear, que está sendo discutida em Viena.
"Quem pensa que um acordo vai aumentar a estabilidade está enganado", disse Bennett, segundo um comunicado emitido pelo gabinete.
Em sua conversa com Biden, o premiê israelense abordou a "crescente agressão" do Irã e os "passos para bloquear o programa nuclear iraniano", acusando Teerã de intensificar os ataques regionais em meio às negociações.
"É assim que você conduz as negociações, ao estilo de Teerã", disse Bennett.
Caça F-15 da Força Aérea de Israel - Sputnik Brasil, 1920, 17.01.2022
EUA e Israel concluem exercícios aéreos em aparente demonstração de força ao Irã (FOTO)
Ele assegurou também que Israel manterá a "liberdade de ação" na forma como lida com o Irã, independentemente de haver ou não um acordo nuclear.
"Estamos atualmente reduzindo as lacunas e construindo a força militar de Israel para os anos e até mesmo décadas futuras. Israel manterá a liberdade de ação em qualquer caso, com ou sem um acordo", concluiu o premiê israelense.
No fim de janeiro, um funcionário do Departamento de Estado dos EUA declarou que a probabilidade de chegar a um acordo com o Irã está diminuindo, já que o programa nuclear iraniano segue avançando.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала