- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Avaliada em R$ 38 bi, Bolsonaro promete renegociação da dívida do Fies nesta semana

© REUTERS / ADRIANO MACHADOPresidente Jair Bolsonaro no Congresso, durante abertura do ano legislativo em Brasília, 2 de fevereiro de 2022
Presidente Jair Bolsonaro no Congresso, durante abertura do ano legislativo em Brasília, 2 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.02.2022
Nos siga noTelegram
O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (7) que até quinta-feira (10) será feita a regulamentação da renegociação da dívida do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).
Em dezembro, o presidente brasileiro editou uma medida provisória (MP) que permite um desconto de até 92% do débito. Segundo Bolsonaro, quem está adimplente também vai ter direito a um desconto.

"Nós vamos a semana agora, quinta-feira (10), acertar, regulamentar a questão do Fies. Um milhão e 70 mil jovens que fizeram curso superior e não iam pagar. Não vão pagar a conta. Não têm como pagar. E daí não podem fazer negócio, é difícil a vida deles", disse Bolsonaro.

Ele ainda disse que não seria justo você perdoar aqueles que pagavam e continuarão pagando seus débitos estudantis. "Vai continuar pagando, mas vai ter um bom desconto para ele", comentou.
Segundo informações do portal Poder 360, o perdão da dívida do Fies pode chegar a R$ 38 bilhões. A dívida total é de R$ 113 bilhões, considerando os alunos em dia com as contas e os inadimplentes.
Nesta segunda-feira (7), Bolsonaro ainda disse que o Fies é um bom programa quando feito com responsabilidade, mas afirmou que ele virou um "negócio" com a "esquerdalha" do PT.
A medida provisória (MP) tem validade desde o momento em que é editada, mas ainda precisa ser aprovada pelo Congresso para não perder a validade.
Candidatos chegam para o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Tijuca, zona norte do Rio (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 31.12.2021
Notícias do Brasil
Fies: Bolsonaro perdoa até 92% da dívida para estudantes de baixa renda
Segundo a MP, estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de noventas dias terão descontos de 12% no valor da dívida, além de 100% dos encargos moratórios, caso façam o pagamento à vista. Também há a opção de parcelamento em 150 meses (doze anos e meio), sem o desconto de 12%.
Para estudantes com mais de um ano de atraso, há um desconto de 92% da dívida, para quem estiver inscrito no Cadastro Único para Benefícios Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou tiver recebido o auxílio emergencial em 2021.
Para os demais estudantes, o desconto é de 86,5%. Nos dois casos, o pagamento poderá ser feito em até dez prestações mensais.
Quem tiver cometido fraude ou desvio de finalidade nas operações de créditos contratadas com recursos do Fies não poderá realizar a negociação.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала