Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Argentina firma 3 acordos de cooperação com China e se junta à Nova Rota da Seda

© AFP 2022 / Presidência da Argentina / Esteban CollazoArgentina firma 3 acordos de cooperação com China e se junta à Nova Rota da Seda
Argentina firma 3 acordos de cooperação com China e se junta à Nova Rota da Seda - Sputnik Brasil, 1920, 07.02.2022
Nos siga noTelegram
A Argentina receberá mais de US$ 23,7 bilhões (R$ 126,2 bilhões) para financiar obras e investimentos.
O presidente argentino, Alberto Fernández, aprovou a incorporação do país latino-americano na Nova Rota da Seda, iniciativa da China para estimular o fluxo de comércio e de investimentos, durante uma cúpula com seu homólogo chinês, Xi Jinping, celebrada no domingo (6) em Pequim.

"Com esta decisão estratégica, o governo nacional vai iniciar diferentes acordos que garantam o financiamento para investimentos e obras por mais de US$ 23,7 bilhões, criando um novo marco na relação bilateral, que foi ampliada nos últimos 15 anos e se fortaleceu notavelmente", escreveu o líder argentino.

O financiamento será recebido em duas áreas: uma já aprovada no valor de US$ 14 bilhões (R$ 74,6 bilhões) sob o mecanismo do Diálogo Estratégico para a Cooperação e Coordenação Econômica; e o outro de, aproximadamente US$ 9,7 bilhões (R$ 51,6 bilhões) que o país apresentará no Grupo de Trabalho Ad Hoc, criado por ambas as nações para iniciar a colaboração.
Paralelamente, no marco da visita à China de Alberto Fernández, Buenos Aires e Pequim firmaram três documentos de cooperação nas áreas de desenvolvimento sustentável, economia digital, área espacial, tecnologia e inovação, educação e cooperação universitária, agricultura, ciências da terra, mídias públicas de comunicação e energia nuclear.
Tive uma reunião cordial, amigável e frutífera com Xi Jinping, presidente da China. Acordamos a incorporação da Argentina na Nova Rota da Seda. É uma excelente notícia. Nosso país receberá mais de US$ 23 bilhões de investimentos chineses para obras e projetos.
Recentemente, os principais projetos de investimento em infraestrutura que o gigante asiático tem previsto realizar na Argentina foram abordados na sua quinta reunião de alto nível, enquanto são identificadas áreas para promover o investimento direto chinês.
Por sua vez, Buenos Aires planeja apresentar um conjunto de obras de infraestrutura relevantes para o setor energético, a rede de água e esgotos, transporte e construção de moradias no Grupo de Trabalho Ad Hoc, que terá que ser discutido com Pequim.
O presidente da ússia, Vladimir Putin, e o presidente da Argentina, Alberto Fernandez, participam de uma coletiva de imprensa conjunta após sua reunião em Moscou, Rússia, 3 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 04.02.2022
Panorama internacional
Mídia: Fernández pede a Putin que Argentina entre no BRICS; tema será tratado em visita de Bolsonaro
Desta forma, a Argentina se junta às 140 nações que já fazem parte da Nova Rota da Seda, que em um primeiro momento se focou na Ásia Central, e se expandiu pela África, Ásia, Oriente Médio, Europa, América Latina e Oceania.
O megaprojeto global chinês tem como objetivo impulsionar a cooperação e a conectividade entre os diferentes países através de dois componentes principais: um de caráter terrestre, a chamada Faixa Econômica da Rota da Seda; e outro transoceânico, denominado Rota Marítima da Seda.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала