Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Tire roupa vermelha: pesquisa mostra que mosquito da dengue é atraído por essa cor (FOTOS)

© Foto / Kiley Riffell / The University of WashingtonPesquisa aponta que os mosquitos da espécie Aedes aegypti são mais atraídos pela cor vermelha
Pesquisa aponta que os mosquitos da espécie Aedes aegypti são mais atraídos pela cor vermelha - Sputnik Brasil, 1920, 05.02.2022
Nos siga noTelegram
O estudo, liderado por pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, tomou como base outra pesquisa da própria universidade que descobriu que os mosquitos utilizam primeiro o olfato, depois a visão.
Os testes foram feitos com o Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela. A pesquisa foi publicada nesta sexta-feira (4), na revista científica Nature Communications.

"Os mosquitos parecem usar o olfato para ajudar a distinguir o que está por perto, como um hospedeiro para picar. Quando eles cheiram compostos específicos, como o gás carbônico da nossa respiração, esse cheiro estimula os olhos a buscar por cores específicas e outros padrões visuais, que estão associados a um potencial hospedeiro, e isso os leva a eles", explicou o professor da Universidade de Washington e um dos autores do estudo, Jeffrey Riffell.

Para estimular os mosquitos e testar sua preferência visual, os pesquisadores construíram pequenas câmaras, onde foi possível apresentar diferentes cores e cheiros aos insetos e registrar seu comportamento. As cores foram representadas por pequenos pontos e os estímulos olfativos eram introduzidos em forma de spray na câmara de teste.
© Foto / Kiley Riffell / The University of WashingtonCâmara utilizada por pesquisadores da Universidade de Washington para realizar testes com mosquitos
Câmara utilizada por pesquisadores da Universidade de Washington para realizar testes com mosquitos - Sputnik Brasil, 1920, 05.02.2022
Câmara utilizada por pesquisadores da Universidade de Washington para realizar testes com mosquitos
Sem a introdução de nenhum incentivo olfativo, os mosquitos ignoraram todos os pontos coloridos, independente da cor. Já com o uso de um spray de gás carbônico, os insetos ignoraram os pontos de cor verde, azul e roxa, mas se sentiram atraídos pelas cores vermelha, laranja, preta e ciano.

"Uma das perguntas que eu mais recebo é 'o que posso fazer para que os mosquitos parem de me picar?' Eu costumava dizer que existem três sinais que atraem os mosquitos: sua respiração, seu suor e a temperatura de sua pele. Mas nesse estudo nós descobrimos um quarto sinal: a cor vermelha, que pode ser encontrada nas nossas roupas, mas também está presente na pele de todos nós. [...] Filtrar essas cores atrativas na nossa pele, ou usar cores diferentes, pode ser uma outra maneira de prevenir a picada do mosquito", contou Riffell.

Os cientistas explicaram no estudo que a preferência de cor do Aedes aegypti provavelmente tem a ver com sua capacidade visual. As cores preferidas do mosquito são as com maior comprimento de ondas de luz. Infelizmente, a nossa pele, independente da pigmentação, também emite sinais de comprimento de onda longos, no espectro das cores vermelha e laranja.

"Imagine que você está na calçada e sente o cheiro de torta e canela. Esse é um sinal de que provavelmente existe uma padaria na região e você poderia começar a procurar por ela. Com esse estudo, começamos a entender quais os elementos visuais que os mosquitos estão buscando depois de sentir o cheiro de sua própria versão da padaria", explicou Riffell.

Uma segunda rodada de testes mostrou que, mesmo utilizando a mão de um dos pesquisadores na câmara, os mosquitos só se interessaram após a introdução de gás carbônico no ar.
Fiocruz faz alerta sobre epidemia no verão de  chikungunya,  dengue e zika  - Sputnik Brasil, 1920, 13.01.2022
Sociedade e cotidiano
Mosquito infectado com vírus da dengue pica mais vezes para melhor transmitir doença, diz pesquisa
Os pesquisadores agora pretendem expandir a pesquisa e estudar os efeitos de outros estímulos, como secreções da pele. Os cientistas também querem analisar outras espécies de mosquito.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала