Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ucrânia anuncia realização de exercícios táticos na zona de exclusão de Chernobyl

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensDa cidade de Pripyat dá para ver o novo confinamento seguro e sarcófago do quarto bloco energético da Usina Nuclear de Chernobyl
Da cidade de Pripyat dá para ver o novo confinamento seguro e sarcófago do quarto bloco energético da Usina Nuclear de Chernobyl - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Nos siga noTelegram
O comunicado aconteceu poucos dias após reportagem da Sky News sobre possível invasão russa pela zona de exclusão.
O anúncio foi feito pela assessoria de imprensa do órgão responsável pela gestão da zona. De acordo com as informações do comunicado, os exercícios "tático-especiais" vão acontecer na sexta-feira (4) com agentes do Ministério do Interior, Guarda Nacional, Polícia Nacional e dos Serviços de Emergência de Estado.
A agência de notícias estatal ucraniana disse que os exercícios são uma consequência da atual "situação de segurança e a intensificação da proteção das fronteiras internas e externas" da Ucrânia.
Os treinamentos na região têm o intuito de coordenar as ações das unidades de defesa em centros urbanos e praticar cenários de combate em regiões com civis.
O anúncio dos exercícios aconteceu três dias após reportagem da rede de notícias britânica Sky News, levantar a possibilidade de uma invasão russa pela zona de exclusão de Chernobyl. "Não tem nada para um exército invasor fazer aqui, exceto passar pelo caminho mais curto em direção à capital ucraniana", divulgou a reportagem.
A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, realiza uma coletiva de imprensa na Casa Branca, em Washington, nos EUA, em 25 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Panorama internacional
Casa Branca deixa de usar palavra 'iminente' para descrever suposta invasão da Ucrânia
Nos últimos meses, os Estados Unidos e seus aliados europeus acusam a Rússia de acumular tropas na região de fronteira junto à Ucrânia com o objetivo de invasão. Moscou nega as acusações e critica o avanço da OTAN na região. O Kremlin também reforça que tem o direito de movimentar tropas dentro de seu próprio território.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала