Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Alemanha bate recorde com mais de 236 mil novos casos de COVID-19 em 24h

© AP Photo / Michael Probst Em Frankfurt, na Alemanha, uma melhor é testada em um centro móvel de testagem, em 17 de janeiro de 2022
Em Frankfurt, na Alemanha, uma melhor é testada em um centro móvel de testagem, em 17 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Nos siga noTelegram
Na quarta-feira (2), a Alemanha registrou 236.120 novos casos de COVID-19, o maior aumento diário desde a chegada da pandemia ao país.
Conforme o painel do Instituto Robert Koch, que compila os dados da pandemia na Alemanha, o número total de casos de COVID-19 no país europeu ultrapassou 10,4 milhões. Com 164 novas mortes causadas pela doença, o país acumula 118.334 óbitos desde o início da pandemia.
Assim como a maior parte dos países europeus, a Alemanha enfrenta uma nova onda da pandemia de COVID-19 devido à disseminação da variante Ômicron do novo coronavírus.
© REUTERS / Fabrizio BenschEnfermeira sai de quarto no qual trata paciente infectado com COVID-19, em UTI na cidade de Havelhoehe, Alemanha, 9 de abril de 2021
Enfermeira sai de quarto no qual trata paciente infectado com COVID-19, em UTI na cidade de Havelhoehe, Alemanha, 9 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2022
Enfermeira sai de quarto no qual trata paciente infectado com COVID-19, em UTI na cidade de Havelhoehe, Alemanha, 9 de abril de 2021
Descoberta no final do ano passado, a Ômicron, classificada como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), acumula mutações que a fazem mais transmissível que suas antecessoras. Além disso, a nova cepa tem níveis de escape vacinal.
O surto da Ômicron fez o controle da pandemia retroceder dramaticamente em alguns países. É o caso dos Estados Unidos, onde a variante causou mais de um milhão de casos da doença em diversos dias ao longo de janeiro deste ano. As mortes no país também aumentaram, chegando a quase quatro mil em alguns dias do mês.
Conforme dados do site Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford, a Alemanha tem 75% da população vacinada com a primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus. Outros 73% tomaram a segunda dose da vacina, enquanto 53% foram inoculados com a dose de reforço.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала