Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Casa Branca incita Ucrânia a aventuras militares contra Donbass, diz embaixada da Rússia nos EUA

© REUTERS / Kenzo Tribouillard/PoolEm Bruxelas, o presidente norte-americano, Joe Biden, chega à reunião da OTAN, em 14 de junho de 2021
Em Bruxelas, o presidente norte-americano, Joe Biden, chega à reunião da OTAN, em 14 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 29.01.2022
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos estão enchendo a Ucrânia com armas para incitar Kiev a aventuras militares contra o povo da região ucraniana de Donbass, disse a embaixada da Rússia nos EUA.
A declaração da embaixada foi publicada nas redes sociais do órgão diplomático russo neste sábado (29), em meio às tensões na fronteira entre Ucrânia e Rússia.
As ações de Washington de envio ininterrupto de novas armas para o regime de Kiev incitam o país a aventuras militares contra os residentes de Donbass.
Como exemplo das atividades hostis ucranianas, a embaixada russa citou um incidente de fogo aberto recentemente pelas Forças Armadas ucranianas na vila de Yasnoye, perto da cidade de Dokuchaevsk.
"Pedimos mais uma vez a Washington que force suas alas a cumprirem os acordos de Minsk e a não cederem à sua beligerância e tentativas de assimilar à força a população de língua russa", acrescentou a missão diplomática.
© REUTERS / Gleb GaranichMaterial é descarregado e entregue como parte da assistência de segurança dos EUA à Ucrânia, no Aeroporto Internacional de Boryspil, Kiev, 25 de janeiro de 2022
Material é descarregado e entregue como parte da assistência de segurança dos EUA à Ucrânia, no Aeroporto Internacional de Boryspil, Kiev, 25 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.01.2022
Material é descarregado e entregue como parte da assistência de segurança dos EUA à Ucrânia, no Aeroporto Internacional de Boryspil, Kiev, 25 de janeiro de 2022
Ao longo dos últimos meses, os EUA e seus aliados, além da Ucrânia, acusam a Rússia de concentrar tropas perto da fronteira ucraniana em suposta preparação para uma invasão do país.
Moscou nega as acusações e afirmou diversas vezes que não tem intenção de invadir a Ucrânia, ao mesmo tempo que enfatiza que tem o direito de mover tropas dentro de seu próprio território. Além disso, o Kremlin reprova a expansão da OTAN em direção às fronteiras russas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала