Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Segurança nacional': operação de empresa de telecomunicação chinesa é revogada nos EUA

© AFP 2022 / Greg BakerEm Pequim, uma mulher caminha em frente a um anúncio da China Unicom, empresa chinesa estatal de telecomunicações, em 17 de agosto de 2017
Em Pequim, uma mulher caminha em frente a um anúncio da China Unicom, empresa chinesa estatal de telecomunicações, em 17 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 28.01.2022
Nos siga noTelegram
Na quinta-feira (27), a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, na sigla em inglês) divulgou a revogação da autorização concedida à estatal de telecomunicação China Unicom de prestar serviços nos EUA.
Conforme um comunicado publicado pela FCC, a revogação ocorreu devido a preocupações relacionadas à segurança nacional norte-americana.

"A Comissão Federal de Comunicações adotou uma ordem que encerra a capacidade da China Unicom (Américas) Operations Limited de fornecer serviços domésticos de telecomunicações interestaduais e internacionais nos Estados Unidos", diz o relatório.

A FCC acrescenta no comunicado que revogar a autorização da operadora estatal chinesa protege a infraestrutura de telecomunicações dos EUA de possíveis ameaças.

"A China Unicom Americas, uma subsidiária da empresa estatal chinesa, está sujeita à exploração, influência e controle do governo chinês e está altamente suscetível a ser forçada a cumprir solicitações do governo da China", diz o documento.

Ainda segundo a FCC, o governo chinês pode acessar, armazenar, interromper e desviar as comunicações dos EUA através das operações da empresa, o que pode permitir espionagem e outras atividades prejudiciais contra Washington.
Pequim negou diversas vezes as acusações de espionagem dos EUA, que já foram o centro de polêmicas envolvendo empresas chinesas como a Huawei e também a tecnologia 5G. Nos últimos anos, o governo dos EUA pressionou aliados para que não adotem a tecnologia chinesa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала