- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Pressionado, Moro publica VÍDEO dizendo que revelará qual valor recebeu de empresa dos EUA

© Folhapress / Pedro LadeiraO ex-ministro Sergio Moro em Brasília, 21 de novembro de 2021
O ex-ministro Sergio Moro em Brasília, 21 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 26.01.2022
Nos siga noTelegram
Ex-ministro da Justiça tem sido pressionado pelo TCU e pela oposição para apresentar quanto recebeu de escritório norte-americano. O senador, Alvaro Dias, sugeriu a Moro apresentar contas antes de serem repassadas ao TSE.
De acordo com o blog de Lauro Jardim em O Globo, o ex-juiz e presidenciável, Sergio Moro (Podemos), após a pressão de aliados, resolveu divulgar na sexta-feira (28) os honorários recebidos através da Alvarez & Marsal, com intuito de pôr fim às especulações sobre eventuais irregularidades no contrato com a empresa norte-americana.
Hoje (26), o ex-ministro publicou no Twitter um vídeo afirmando que "em consideração aos brasileiros e em nome da transparência que deve pautar a política", divulgará os rendimentos para empresa que trabalhou.
Segundo Lauro Jardim, um dos principais conselheiros políticos de Moro, o senador Alvaro Dias (Podemos), defendeu que o ex-juiz se antecipasse à divulgação dos dados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), uma vez que as informações de bens dele, enquanto candidato, terão de se tornar públicas para a Corte em breve.
"Na prática, ele só antecipará alguns meses da divulgação, já que essas informações constariam na declaração do imposto de renda dele e também seriam repassadas ao TSE", declarou o senador.
Ciro Gomes (PDT) participa do segundo debate televisivo das eleições de 2018 (foto de arquivo)  - Sputnik Brasil, 1920, 25.01.2022
Notícias do Brasil
Ciro diz que Moro enriqueceu durante Lava Jato: 'Encheu o bolso de dólar e não fala quanto ganhou'
Ainda segundo a mídia, na terça-feira (25), o procurador do Ministério Público, Lucas Furtado, propôs que o órgão obtenha informações junto ao Banco Central e ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) a respeito dos honorários recebidos pelo ex-juiz ao rescindir contrato com a Alvarez & Marsal, escritório no qual atuou após deixar o governo.
O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia em Brasília, no dia 19 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 10.01.2022
Notícias do Brasil
Bolsonaro diz que Moro 'passou a se achar o dono do Ministério da Justiça' após assumir cargo
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала