Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Scholz sobre novas sanções contra Rússia: temos que considerar consequências que isso terá para nós

© REUTERS / SUSANA VERAChanceler da Alemanha, Olaf Scholz, durante coletiva de imprensa com o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, em Madri, 17 de janeiro de 2022
Chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, durante coletiva de imprensa com o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, em Madri, 17 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.01.2022
Nos siga noTelegram
O chanceler alemão, Olaf Scholz, assegurou que o tema da incorporação de novos países do Leste Europeu à OTAN, particularmente a Ucrânia, não está na agenda.
Olaf Scholz instou os EUA e seus aliados europeus a pensarem nas consequências que implicaria um novo pacote de sanções contra a Rússia por sua suposta invasão na Ucrânia, durante uma entrevista ao jornal Süddeutsche Zeitung.
"A prudência dita a escolha de medidas que tenham o maior efeito sobre os que violam os princípios acordados conjuntamente. Ao mesmo tempo, temos que considerar as consequências que isso terá para nós", afirmou Scholz, ao ressaltar que qualquer medida punitiva contra Moscou trará consigo consequências para Berlim, incluindo possíveis sanções relacionadas com o gasoduto Nord Stream 2.
No entanto, o chanceler destacou que os aliados estão acordando "possíveis medidas" para poder impor "em caso de uma emergência".
Bandeiras da Ucrânia e da OTAN (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 23.01.2022
Panorama internacional
Ex-chefe da OTAN diz que Ucrânia só vai se juntar ao bloco quando 'inferno congelar'
Por sua vez, o chefe do Executivo alemão enfatizou que a incorporação de novos países do Leste Europeu, como é o caso da Ucrânia, à OTAN "não está de maneira nenhuma na agenda".
Além disso, Scholz argumentou que a demanda formulada pela Rússia sobre a não adesão de Kiev à OTAN não pode ser satisfeita. "Não pode haver essa garantia", afirmou.
Kiev e os países do Ocidente têm advertido sobre uma possível "invasão" russa da Ucrânia, contudo, Moscou afirma repetidamente que a informação é falsa e infundada.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала