Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Biden pondera envio de tropas ao Leste Europeu e Báltico ante tensões com Rússia, diz mídia

CC BY 2.0 / U.S. Army/Sgt. Terry Rajsombath / European Best Squad Competition Day 1Soldado dos EUA durante exercícios militares da OTAN na Europa (foto de arquivo)
Soldado dos EUA durante exercícios militares da OTAN na Europa (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 24.01.2022
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Joe Biden, está ponderando enviar tropas, navios de guerra e aeronaves para os aliados da OTAN no Leste Europeu e Países Bálticos em meio às crescentes tensões com Moscou quanto à possibilidade de uma "invasão" russa da Ucrânia.
De acordo com funcionários da administração dos EUA citados pelo The New York Times, altos oficiais do Pentágono apresentaram a Biden uma variedade de opções para implantar tropas norte-americanas mais perto da Rússia.
Durante uma reunião no sábado (22) em Camp David, residência do presidente dos EUA em Maryland, o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, e o comandante do Estado-Maior Conjunto dos EUA, Mark Milley, entre outros altos funcionários, discutiram com Biden a situação em torno da Ucrânia por meio de videoconferência.
A inteligência da OTAN afirma que a Rússia concentrou mais de 100.000 soldados ao longo da fronteira russo-ucraniana e alguns analistas ocidentais sugerem ainda que um ataque estaria iminente. O Kremlin por sua vez tem repetidamente negado tais alegações, sugerindo que o Ocidente está usando a Ucrânia para seus próprios fins.
Dois soldados franceses (esquerda) e um soldado dos EUA, parte da Força Internacional de Apoio à Segurança (ISAF), liderada pela OTAN, montam guarda no local de um ataque com carro-bomba na área de Pol-e-Charkhi, em Cabul, em 10 de fevereiro de 2014 - Sputnik Brasil, 1920, 23.01.2022
Panorama internacional
Enviando tropas dos EUA à Ucrânia 'estaríamos sacrificando-as', diz senador americano
A Força Aérea dos EUA tem vindo a monitorizar a fronteira russo-ucraniana com maior frequência desde dezembro de 2021. Além disso, os EUA e seus aliados da OTAN têm conselheiros militares na Ucrânia. Washington indicou, caso ocorra a suposta invasão, que retiraria os seus conselheiros militares do país.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала