Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Setor aéreo dos EUA alerta para consequências 'catastróficas' da nova rede 5G no país

© AP Photo / Jacquelyn MartinAviões da companhia aérea norte-americana American Airlines
Aviões da companhia aérea norte-americana American Airlines - Sputnik Brasil, 1920, 18.01.2022
Nos siga noTelegram
Os representantes das principais companhias aéreas norte-americanas instaram à implantação da rede 5G em todo o país, exceto dentro de aproximadamente três quilômetros das pistas dos aeroportos afetados.
Diante da chegada da nova rede 5G da banda C aos EUA, prevista para o próximo dia 19 de janeiro, os diretores executivos das principais companhias aéreas norte-americanas de passageiros e carga difundiram na segunda-feira (17) uma carta alertando sobre "grandes interrupções" no sistema de transporte aéreo e as consequências "catastróficas" que representaria sua implicação, informa a Reuters.
Na carta, firmada por companhias aéreas como Alaska Air Group, American Airlines, Atlas Air Worldwide, Delta Airlines, FedEx Express, Hawaiian Airlines, JetBlue Airways, Southwest Airlines, United Airlines Holdings, UPS Airlines, bem como a associação de comércio Airlines for America, os representantes da aviação norte-americana ressaltaram que o dano que será produzido depois da implantação da nova rede 5G por empresas de telecomunicações como AT&T e Verizon será "muito pior" que o previsto.
De acordo com as partes, a maioria dos 50 aeroportos, indicados pela Administração Federal da Aviação (FAA, na sigla em inglês) dos EUA como áreas onde foram criadas zonas de amortecimento de 5G, uma solução para reduzir a possível interferência das antenas, estarão sujeitos a restrições de operações no dia 19 de janeiro, o que resultará no cancelamento de mais de 1.000 voos.
Além disso, as interrupções das viagens não se limitarão às condições de baixa visibilidade, consideradas as mais perigosas para os aviões, dado que o novo serviço 5G poderia provocar interferências nos altímetros de rádio, que fornecem à aeronave a informação relacionada com a altura sobre a terra ou a água.
Visto que os altímetros também enviam a informação crítica a outros sistemas de segurança e informação dos aviões, é possível que uma grande parte da frota aérea operacional fique incapacitada.
"Além do caos desatado a nível nacional, esta falta de aviões de fuselagem larga disponíveis poderia fazer com que dezenas de milhares de norte-americanos fiquem 'presos' no exterior", informa a carta.
"Os efeitos secundários para as operações com passageiros e cargas, nossa força de trabalho e economia em geral são incalculáveis. Cada companhia aérea de passageiros e carga se esforçará para levar as pessoas, cargas, aviões e tripulações para onde devem estar. Para ser franco, o comércio nacional ficará paralisado", alertaram os executivos das companhias aéreas.
Neste contexto, a comunidade da aviação instou as autoridades a implantarem a rede 5G em todo o país, exceto dentro de aproximadamente três quilômetros das pistas dos aeroportos afetados.
"É requerida intervenção imediata para evitar uma perturbação operacional significativa para os passageiros aéreos, transportadores, cadeia de fornecimentos e a entrega de suprimentos médicos necessários", ressaltaram.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала