Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ex-presidente do Cazaquistão: eventos de janeiro abalaram todo o país

© REUTERS / PAVEL MIKHEEVBandeira do Cazaquistão durante protestos em Almaty, Cazaquistão, 6 de janeiro de 2022
Bandeira do Cazaquistão durante protestos em Almaty, Cazaquistão, 6 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.01.2022
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (18), o ex-presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbaev, afirmou que os eventos de janeiro abalaram todo o país.
Além disso, o ex-presidente também afirmou que não há nenhum conflito ou protesto na elite do país e que os rumores sobre isso são totalmente infundados.
O ex-presidente também considera importante descobrir quem foi o responsável pela desestabilização e assassinatos no país.
De acordo com Nazarbaev, o presidente cazaque, Kassym-Jomart Tokaev, tem poder total.

"O presidente Kassym-Jomart Tokaev tem poder total, ele é o presidente do Conselho de Segurança. Em breve, [ele] vai ser escolhido como presidente do partido Nur Otan. Por isso, não há qualquer conflito ou protesto na elite do país. Os rumores sobre isso são totalmente infundados", afirmou.

Os protestos em massa no Cazaquistão contra o aumento nos preços do gás liquefeito começaram no início do ano. Confrontos com a polícia foram registrados nas ruas das principais cidades, incluindo Almaty e a capital Nursultan.
Carro queimado em frente à prefeitura após os protestos em Almaty, no Cazaquistão - Sputnik Brasil, 1920, 17.01.2022
Panorama internacional
Centro de coordenação usado em protestos no Cazaquistão está situado em Kiev, diz banqueiro fugitivo
No dia 5 de janeiro, a Internet chegou a ser desligada em todo o território do país e vários canais de televisão pararam de ser transmitidos. No mesmo dia, o presidente Kassym-Jomart Tokaev demitiu o governo e assumiu a presidência do Conselho de Segurança da República.
O estado de emergência foi introduzido no país até 19 de janeiro.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала