Consequências destruidoras dos bombardeios noturnos árabes contra capital iemenita Sanaa

Nos siga noTelegram
A coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita anunciou na noite desta segunda-feira (17) ter iniciado o bombardeio de Sanaa, capital iemenita, em resposta aos ataques dos houthis contra os EAU.
De acordo com o comunicado conjunto dos aliados, o bombardeio de Sanaa teve como alvo "os líderes terroristas".
Anteriormente no mesmo dia, os houthis anunciaram o ataque contra os EAU, que resultou em vários incêndios em Abu Dhabi, incluindo um perto do depósito da companhia petrolífera ADNOC. O ataque deixou três mortos e seis feridos.
A Arábia Saudita e outros países do golfo Pérsico invadiram o Iêmen em 2015 depois que os houthis tomaram o poder em Sanaa.
© AFP 2022 / Mohammed Huwais

Iemenitas avaliam dados após ataques aéreos noturnos feitos pela coalizão árabe contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

Iemenitas avaliam dados após ataques aéreos noturnos feitos pela coalizão árabe contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
1/10

Iemenitas avaliam dados após ataques aéreos noturnos feitos pela coalizão árabe contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

© REUTERS / Khaled Abdullah

Homem em busca de sobreviventes após os bombardeios de Sanaa pela coalizão árabe. Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

Homem em busca de sobreviventes após os bombardeios de Sanaa pela coalizão árabe. Iêmen, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
2/10

Homem em busca de sobreviventes após os bombardeios de Sanaa pela coalizão árabe. Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

© AFP 2022 / Mohammed Huwais

Pessoas em meio aos prédios danificados em resultado dos bombardeios árabes, Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

Pessoas em meio aos prédios danificados em resultado dos bombardeios árabes, Sanaa, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
3/10

Pessoas em meio aos prédios danificados em resultado dos bombardeios árabes, Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

© REUTERS / Khaled Abdullah

Pessoas buscam sobreviventes sob o telhado colapsado de uma casa atingida pelos ataques aéreos em Sanaa, Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

Pessoas buscam sobreviventes sob o telhado colapsado de uma casa atingida pelos ataques aéreos em Sanaa, Iêmen, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
4/10

Pessoas buscam sobreviventes sob o telhado colapsado de uma casa atingida pelos ataques aéreos em Sanaa, Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

© AFP 2022 / Mohammed Huwais

Iemenitas inspecionam danos na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

Iemenitas inspecionam danos na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
5/10

Iemenitas inspecionam danos na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

© AFP 2022 / Mohammed Huwais

Homem sentado entre os escombros de um prédio destruído em resultado dos ataques aéreos pela coalizão árabe contra Sanaa. Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

Homem sentado entre os escombros de um prédio destruído em resultado dos ataques aéreos pela coalizão árabe contra Sanaa. Iêmen, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
6/10

Homem sentado entre os escombros de um prédio destruído em resultado dos ataques aéreos pela coalizão árabe contra Sanaa. Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

© REUTERS / Khaled Abdullah

Pessoas inspecionam o local após bombardeios árabes de Sanaa, Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

Pessoas inspecionam o local após bombardeios árabes de Sanaa, Iêmen, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
7/10

Pessoas inspecionam o local após bombardeios árabes de Sanaa, Iêmen, 18 de janeiro de 2022.

© AFP 2022 / Mohammed Huwais

Homem em prédio danificado em resultado dos ataques aéreos árabes contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

Homem em prédio danificado em resultado dos ataques aéreos árabes contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
8/10

Homem em prédio danificado em resultado dos ataques aéreos árabes contra Sanaa, 18 de janeiro de 2022.

© REUTERS / Khaled Abdullah

Equipes de resgate removem escombros no local destruído na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, capital iemenita, 18 de janeiro de 2022.

Equipes de resgate removem escombros no local destruído na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, capital iemenita, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
9/10

Equipes de resgate removem escombros no local destruído na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, capital iemenita, 18 de janeiro de 2022.

© REUTERS / Khaled Abdullah

Equipes de resgate removem escombros no local destruído na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, capital iemenita, 18 de janeiro de 2022.

Equipes de resgate removem escombros no local destruído na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, capital iemenita, 18 de janeiro de 2022. - Sputnik Brasil
10/10

Equipes de resgate removem escombros no local destruído na sequência dos bombardeios árabes contra Sanaa, capital iemenita, 18 de janeiro de 2022.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала