Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Design futurista de destróier da Marinha dos EUA se parece muito com navio de guerra chinês (FOTOS)

© Sputnik ScreenshotA Marinha do Exército de Libertação Popular comissionou seu primeiro navio de guerra Type 055, Nanchang, no domingo, em Qingdao, China
A Marinha do Exército de Libertação Popular comissionou seu primeiro navio de guerra Type 055, Nanchang, no domingo, em Qingdao, China - Sputnik Brasil, 1920, 15.01.2022
Nos siga no
Projeto de próxima geração de destróieres de mísseis da Marinha dos EUA foi revelado em uma conferência naval no início desta semana. O navio de guerra promete uma série de sistemas de armas e radares avançados, mas seu design é extremamente semelhante ao Type 055 da China.
A Marinha dos EUA há muito que procura uma maneira de substituir um de seus mais antigos destróieres da classe Arleigh Burke, comissionado em 1991. Antes de seu cancelamento em 2010, o programa CG(X) visava sua substituição, mas, devido a anos de confusão sobre o futuro da Marinha, nenhuma troca havia acontecido.
No entanto, no Simpósio Nacional da Associação da Marinha de Superfície (SNA, na sigla em inglês) em Arlington, Virgínia, na quarta-feira (12), foi revelada uma possível configuração desse navio.
A descrição é breve e vaga, e fica claro que se destina principalmente a mostrar os muitos novos recursos que a Marinha pretende desenvolver para esse navio. No entanto, isso não impediu que alguns enxergassem rapidamente suas impressionantes semelhanças com o destróier Type 055 usado pela Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLAN, na sigla em inglês).
Odeio dizer isso, mas a Marinha dos EUA está pegando dicas de design do cruzador chinês Type-055? Alguém tinha que…
A Marinha dos EUA revela sua inspiração para o futuro destróier DDG(X). Você acha que se parece com o destróier chinês Type 055? Agora é a vez dos EUA copiarem os designs chineses. Algumas das semelhanças incluem a forma de seu casco e o aspecto de seu mastro e superestrutura.
Há uma certa ironia na situação, já que a China tem sido repetidamente acusada de roubar projetos americanos de helicópteros, caças, aviões AWACS e outras armas de guerra, simplesmente devido às suas semelhanças superficiais com equipamentos americanos. Em ambos os casos, as semelhanças são provavelmente atribuíveis ao princípio segundo o qual "a forma se ajusta à função".
Então, qual é exatamente a função antecipada do DDG(X)?
O projeto proposto inclui poucas armas ofensivas. O projeto básico inclui apenas 32 tubos do sistema de lançamento vertical (VLS, na sigla em inglês) Mk 41, com potencial de serem atualizados para 12 células maiores para mísseis hipersônicos. Em comparação, a maioria dos Arleigh Burke carregam 96 células Mk 41 VLS e os Type 055 do PLAN possuem 112 tubos VLS cada.
As novas fragatas da classe Constellation, destinadas a tarefas de escolta e guerra eletrônica, também receberam 32 tubos Mk 41 VLS, podendo disparar mísseis SM-3, SM-6, Tomahawk, Evolved Sea Sparrow, VR-ASROC e Naval Strike. No entanto, o mais novo Arleigh Burke vai continuar sendo usado ao lado dos navios mais recentes por décadas, o que significa que o poder de fogo da Marinha não sofrerá tanto.
O JS Hyuga é o primeiro destróier porta-helicópteros de sua classe da Força Marítima de Autodefesa do Japão. - Sputnik Brasil, 1920, 12.01.2022
Panorama internacional
Navios de guerra japoneses passam por ilhas disputadas para 'dissuadir' China, diz mídia
O DDG(X) também deverá ser equipado com um laser de 150 quilowatts no castelo de proa, provavelmente uma versão aprimorada de um dos lasers que a Marinha vem testando há anos, mas que funciona mais como um "disruptor ótico" de sistemas visuais para interceptação. No entanto, a Marinha também prevê a possibilidade de um dia substituir dois conjuntos de mísseis Rolling Airframe - armas de curto alcance para derrubar mísseis de cruzeiro - por um par de lasers de 600 quilowatts para derrubar mísseis.
Para alimentar esses lasers, o DDG(X) terá poderosos motores de turbina a gás, o chamado Sistema de Energia Integrado (IPS, na sigla em inglês) usado pelos Zumwalts, cada um com potência suficiente para abastecer uma pequena cidade.
No entanto, nenhuma informação sobre as dimensões previstas do DDG(X) foi incluída, como seu comprimento ou deslocamento, que são fundamentais para julgar como ele se compara a outros navios de guerra.
Em termos de radar, a Marinha planeja armar o DDG(X) com a matriz eletrônica de varredura ativa (AESA, na sigla em inglês) AN/SPY-6, que a maioria dos outros navios de superfície mais novos receberam, embora com uma antena de abertura aumentada, quase 30% maior do que a matriz de 14 pés existente. O plano também exige que outros sistemas padrão, como o radar de controle de incêndio SPQ-9B, sejam atualizados para dispositivos futuros não especificados.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала