Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Comércio exterior da China cresce 30,3% em 2021 e alcança recorde superior a US$ 6 bi

© AP Photo / Ng Han GuanBandeiras da China e das holdings Fosun e Forte, no centro em Pequim, 15 de novembro de 2021
Bandeiras da China e das holdings Fosun e Forte, no centro em Pequim, 15 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 14.01.2022
Nos siga no
O comércio exterior da China cresceu 30,3% em 2021 em comparação com o ano anterior, alcançando o recorde de US 6,05 bilhões (R$ 33,45 bilhões), comunicou nesta sexta-feira (14) o porta-voz da Administração Geral Aduaneira do país, Li Kuiwen.
De acordo com o South China Morning Post, em 2021 as exportações chinesas registraram alta de 29,9%, atingindo US$ 3,36 bilhões (R$ 18,58 bilhões), enquanto as importações cresceram 30,1%, totalizando US$ 2,69 bilhões (R$ 14,87 bilhões). Em outras palavras, o superávit comercial do país superou neste ano os US$ 670 bilhões (R$ 3.704 bilhões), um aumento de cerca de 25%, de acordo com os dados da entidade.
"Este ano, o comércio enfrenta uma crescente incerteza, instabilidade e desequilíbrio. A economia chinesa enfrenta uma tripla pressão, que inclui a contração da demanda, as perturbações da oferta e o enfraquecimento das expectativas", sublinhou Li Kuiwen.
"A pandemia mundial permanece grave, a conjuntura externa é cada vez mais complexa e incerta. Agravado pela elevada base de 2021, o comércio em 2022 enfrentará certa pressão", acrescentou.
O funcionário disse ainda que apesar das múltiplas "dificuldades e desafios, a economia chinesa é resistente" e que "os fundamentos positivos a longo prazo não mudarão".
"Devemos reforçar nossa decisão de manter o comércio estável", concluiu.

Intercâmbio comercial entre Pequim e Moscou

Enquanto isso, o intercâmbio comercial entre Pequim e Moscou cresceu 35,8% em 2021, alcançando o recorde de US$ 146,8 bilhões (R$ 811,64 bilhões), segundo o organismo aduaneiro chinês.
Assim, as exportações chinesas para a Rússia aumentaram 33,8 % em 12 meses, totalizando US$ 67,5 bilhões (R$ 373,2 bilhões), enquanto as importações de bens e serviços russos cresceram 37,5%, para um total de US$ 79 bilhões (R$ 436,78 bilhões). Apenas em dezembro passado, o comércio entre ambos os países foi de US$ 15 bilhões (R$ 82,93 bilhões), 11,5% mais que em novembro.

Comércio entre China e EUA

Por sua parte, as importações da China dos EUA aumentaram no ano passado em 32,7% e totalizaram US$ 179,5 bilhões (R$ 992,44 bilhões), enquanto suas exportações para o país norte-americano cresceram 27,5%, atingindo US$ 576,1 bilhões (R$ 3.185 bilhões).
Em 2021, o superávit comercial da China ante os EUA aumentou em 25,14%, o que representou US$ 396,5 bilhões (R$ 2.192 bilhões).
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала