Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

China afirma saber o verdadeiro motivo por trás da proibição do Reino Unido à Huawei

© AP Photo / Andy WongMulher com máscara usando smartphone com propaganda da 5G da Huawei
Mulher com máscara usando smartphone com propaganda da 5G da Huawei - Sputnik Brasil, 1920, 14.01.2022
Nos siga no
Ex-ministro britânico afirmou que Londres perseguiu a gigante de tecnologia chinesa por ordem de Washington.
Pequim descreveu as alegações feitas por um ex-ministro do Reino Unido no mês passado, resgatadas recentemente pela mídia, como mais uma prova de que a proibição de Londres de 2020 à Huawei não era sobre segurança nacional.
Nesta quinta-feira (13), o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, argumentou que a narrativa de "segurança nacional" foi usada como mero pretexto pelas nações ocidentais quando impuseram restrições à gigante da tecnologia no ano passado. O diplomata foi citado por dizer que a pressão foi motivada pelo desejo dos Estados Unidos de impedir os negócios chineses de alta tecnologia. Seus comentários seguiram as alegações feitas no mês passado pelo ex-ministro britânico, Vince Cable, recentemente trazidas à tona pela mídia.
Durante um painel de discussão intitulado "China: um parceiro ou adversário?" no início de dezembro, Cable, que atuou como Secretário de Estado de Negócios, Inovação e Competências, de 2010 a 2015, disse que a "razão" pela qual o Reino Unido "se desvinculou da China e Huawei e 5G não têm nada a ver com a segurança nacional britânica." Ele acrescentou que Londres foi simplesmente "informada pelos americanos" daquilo que tinha de fazer.
Logotipo da Huawei na Alemanha - Sputnik Brasil, 1920, 30.09.2020
Alemanha cede à pressão dos EUA e limita a tecnologia 5G da Huawei no país
Cable também insistiu que durante seu mandato de cinco anos como ministro, quando tratou do assunto, foi "repetidamente assegurado pela comunidade de inteligência, que deveria saber, que nossas negociações eram totalmente seguras". O breve vídeo termina com Cable lamentando que o Reino Unido "estaria agora na vanguarda dos países que usam a tecnologia de telecomunicações mais avançada" se Londres "tivesse mantido o 5G".
O ex-ministro do governo, Vince, expondo a verdade de que o Reino Unido proibindo Huawei da infraestrutura de telecomunicações no Reino Unido não tinha nada a ver com segurança nacional, foi porque "os EUA nos disseram para fazer isso", para mim isso era óbvio o tempo todo
Em 14 de julho de 2020, o governo do Reino Unido ordenou que as empresas de telecomunicações britânicas parassem de comprar equipamentos Huawei 5G e eliminassem os kits existentes até 2027. Comentando sobre a ação contra a gigante chinesa de tecnologia, o Secretário de Estado do Digital, Cultura, Media e Desporto na época, Oliver Dowden admitiu que o lançamento das redes 5G poderia ser adiado de "dois a três anos" como resultado. Ele acrescentou, no entanto, que a decisão foi "a certa para as redes de telecomunicações do Reino Unido, para nossa segurança nacional e nossa economia, tanto agora quanto a longo prazo".
Vários meses antes, o governo dos EUA impôs restrições abrangentes à Huawei, citando também preocupações de segurança nacional.
Washington iniciou sua cruzada contra a Huawei sob a gestão do ex-presidente Donald Trump – uma política que não sofreu mudanças significativas quando o governo Biden assumiu. O governo americano suspeita que o equipamento 5G da empresa possa ser usado para espionagem pelos serviços de inteligência da China, apontando para os laços estreitos da Huawei com o Partido Comunista Chinês. A gigante da tecnologia, no entanto, negou veementemente essas alegações o tempo todo.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала