Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Após resistência, Marinha dos EUA inicia conserto de instalação em Pearl Harbor que vazou petróleo

© AP Photo / Bleu JacksonMergulhadores da Marinha dos EUA estão tentando remover combustível de um poço de água em Red Hill, perto de Pearl Harbor, no Havaí, 11 de dezembro de 2021
Mergulhadores da Marinha dos EUA estão tentando remover combustível de um poço de água em Red Hill, perto de Pearl Harbor, no Havaí, 11 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 11.01.2022
Nos siga no
Corporação estava resistindo a cumprir ordem de emergência uma vez que reparos influenciam na instalação que é a principal operação de combustível no Pacífico. Entretanto, vazamento já fez 1.000 pessoas evacuarem suas casas e pode atingir total de 93 mil lares.
De acordo com a Fox News, amanhã (12), vários almirantes vão testemunhar sobre o vazamento de combustível de aviação na instalação subterrânea de armazenamento de Red Hill, em Pearl Harbor, na ilha de Oahu.
Em 20 de novembro do ano passado, ocorreu o vazamento de 14 mil galões de combustível para um poço operado pela Marinha, adoecendo dezenas de pessoas e expulsando 3.500 famílias de militares de suas casas entre o final de novembro até o final de dezembro. Anteriormente, outro vazamento havia acontecido em 6 de maio.
No entanto, o que é ainda mais preocupante, é que o poço da Marinha fornece água potável para 93.000 casas de famílias, que podem ter tido sua água atingida pelo combustível. Além das habitações, o sistema da Marinha envia água para o Exército, Fuzileiros Navais e Força Aérea, conforme noticiado.
"É um grande problema, muitas pessoas estão sofrendo em silêncio", disse a major do Exército Amanda Feindt à mídia.
A militar, que mora na região, relata que ela e sua filha ficaram doentes no dia 13 de dezembro. Feindt disse que sofreu cólicas estomacais comparáveis ​​às dores do parto e que ela e sua filha vomitaram e tiveram diarreia, dor abdominal e foram diagnosticadas com desidratação.
Segundo a mídia, pelo menos 1.000 militares estão vivendo em hotéis bancados pela Marinha e pelo Exército depois que foi detectado o combustível na água de suas casas.
O Departamento de Saúde do Havaí afirmou que, a partir de 28 de novembro, cerca de 500 reclamações começaram a chegar. Pessoas próximas ao vazamento relataram um "cheiro de combustível ou produto químico" em sua água potável. Desde então, uma série de pessoas começaram a ficar doentes.
© AP Photo / Marinha dos EUATúnel dentro da Instalação de Armazenamento de Combustível de Red Hill em Pearl Harbor, Havaí. O Havaí detectou derivados de petróleo em uma amostra de água de uma Escola de Ensino Básico próximo de Pearl Harbor
Túnel dentro da Instalação de Armazenamento de Combustível de Red Hill em Pearl Harbor, Havaí. O Havaí detectou derivados de petróleo em uma amostra de água de uma Escola de Ensino Básico próximo de Pearl Harbor - Sputnik Brasil, 1920, 11.01.2022
Túnel dentro da Instalação de Armazenamento de Combustível de Red Hill em Pearl Harbor, Havaí. O Havaí detectou derivados de petróleo em uma amostra de água de uma Escola de Ensino Básico próximo de Pearl Harbor
No dia 6 de dezembro, o departamento emitiu uma ordem de emergência após testes comprovarem que a água estava, de fato, contaminada com o combustível, de acordo com o The Washington Post.
A ordem exigia que a Marinha desenvolvesse um plano que esvaziasse os tanques, identificasse os reparos necessários e abordasse as deficiências da operação, em conjunto à instalação de filtragem de água no poço contaminado.
Segundo a mídia, a corporação apresentou resistência, mas nesta terça-feira (11), resolveu acatar a ordem de emergência para esvaziar os tanques de combustível e fazer reparos.
Marinha diz que cumprirá ordem estadual de drenar tanques de combustível de Red Hill
Oficiais militares alegaram que a instalação de Red Hill é a principal operação de combustível no Pacífico, capaz de armazenar até 250 milhões de galões de combustível, já que o Pentágono se concentra na China como seu adversário mais premente, segundo o Washington Post.
A enorme reserva subterrânea foi construída na época da Segunda Guerra Mundial e é considerada crítica para a segurança nacional devido à sua localização estratégica.
A instalação de Red Hill contém cerca de 180 milhões de galões de combustível de aviação e fica a apenas 30 metros de um aquífero que fornece à ilha 77% de sua água limpa.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала