Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Vacinação de crianças só começará no Brasil após consulta pública, diz Ministério da Saúde

© Foto / Wilson Dias/Agência BrasilO ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante uma apresentação em Brasília, no dia 17 de dezembro de 2021
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante uma apresentação em Brasília, no dia 17 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.12.2021
Nos siga no
O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira (27), que a vacinação contra a COVID-19 de crianças de 5 a 11 anos deve começar em 5 de janeiro de 2021 no Brasil. Porém, segundo a pasta, o início da aplicação está condicionado ao fim de uma consulta pública sobre o tema.

"A recomendação do Ministério da Saúde é pela inclusão das crianças de 5 a 11 anos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19 (PNO), conforme posicionamento oficial da pasta declarado em consulta pública no dia 23 de dezembro e reforçado pelo ministro da Saúde em manifestações públicas", declarou o ministério em nota, conforme publicado pelo UOL.

A consulta pública ficará ativa até 2 de janeiro. Só então a pasta dará a possível confirmação ao início da imunização da faixa etária.
A vacinação de crianças está autorizada desde o dia 16 de dezembro pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que é o órgão técnico de competência para o assunto, e já ocorre em diversos países, como Estados Unidos, França, Itália, Espanha, Portugal, China, Chile e Argentina.

"No dia 5 de janeiro, após ouvir a sociedade, a pasta formalizará sua decisão e, mantida a recomendação, a imunização desta faixa etária deve iniciar ainda em janeiro", afirmou o ministério.

© AP Photo / Andrew MedichiniUm menino recebe uma dose da vacina da Pfizer contra a COVID-19 para crianças de 5 a 11 anos, em Roma, na Itália, no dia 15 de dezembro de 2021
Um menino recebe uma dose da vacina da Pfizer contra a COVID-19 para crianças de 5 a 11 anos, em Roma, na Itália, no dia 15 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.12.2021
Um menino recebe uma dose da vacina da Pfizer contra a COVID-19 para crianças de 5 a 11 anos, em Roma, na Itália, no dia 15 de dezembro de 2021
A pasta tem a intenção de tornar a vacinação infantil não obrigatória, liberando a aplicação da dose somente mediante prescrição médica. Diversos estados, porém, já informaram que não vão acatar a obrigatoriedade do pedido médico.
Desde o início da pandemia até 6 de dezembro deste ano, foram registradas 301 mortes de crianças entre 5 e 11 anos por COVID-19 no Brasil, de acordo com dados do Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe).
Em 2020, 2.978 crianças tiveram a doença, e 156 delas morreram. Neste ano, foram 3.185 casos na faixa etária, com 145 mortes.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала