Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Apesar do boicote, EUA solicitam vistos para 18 funcionários do governo irem às Olímpiadas de 2022

© REUTERS / Tingshu WangFuncionários dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 durante evento teste em parque aquático em Pequim, China, 1º de abril de 2021
Funcionários dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 durante evento teste em parque aquático em Pequim, China, 1º de abril de 2021  - Sputnik Brasil, 1920, 25.12.2021
Nos siga no
O governo dos EUA solicitou vistos de três meses para 18 funcionários para fornecer "operações de apoio de segurança" nos Jogos de Pequim.
Um grupo de autoridades norte-americanas solicitou vistos como parte de uma delegação à China para fornecer suporte de segurança durante as Olimpíadas de Inverno de Pequim em 2022.
Dos 18 nomes da lista, 15 trabalham para o Departamento de Estado, e um trabalha para o Pentágono. Os EUA indicaram ainda às autoridades chinesas que podem enviar inscrições para mais 40 autoridades nos próximos meses.
Segundo apuração pelo portal South China Morning Post, os EUA apresentaram à China um pedido de visto de três meses para as 18 autoridades apesar do anúncio de que Washington conduziria um boicote diplomático ao evento esportivo.
Não está claro se a China emitirá os vistos para as autoridades norte-americanas, diz a publicação. Pequim considera que uma viagem de 18 funcionários do governo dos EUA derrota o propósito de um boicote aos Jogos.
Washington, por sua vez, acredita que as pessoas listadas não são representantes oficiais, mas comparecerão aos Jogos para segurança e apoio médico.
Em 6 de dezembro, Joe Biden comunicou que não enviaria uma delegação oficial dos EUA como uma declaração contra o "genocídio em curso na China e os crimes contra a humanidade em Xinjiang".
Policiais chinesas agitam uma bandeira nacional chinesa para comemorar enquanto Pequim é anunciada como a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 na região da estação de esqui de Chongli, onde esqui nórdico, salto de esqui e outros eventos olímpicos ao ar livre serão realizados na província de Hebei, no norte da China. Sexta-feira, 31 de julho de 2015. Pequim foi selecionada na sexta-feira para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, tornando-se a primeira cidade a receber os jogos de inverno e verão - Sputnik Brasil, 1920, 11.12.2021
Panorama internacional
O que há por trás do boicote diplomático dos EUA às Olimpíadas de Pequim em 2022?
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала