Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Sem partido, Nise Yamaguchi anuncia pré-candidatura ao Senado

© REUTERS / Adriano MachadoA médica Nise Yamaguchi durante depoimento na CPI da Covid, no dia 1º de junho de 2021
A médica Nise Yamaguchi durante depoimento na CPI da Covid, no dia 1º de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.12.2021
Nos siga no
Nesta terça-feira (21), a médica Nise Yamaguchui anunciou sua pré-candidatura por São Paulo ao Senado Federal.
Yamaguchi fez o anúncio através de suas redes sociais divulgando um vídeo em que informa que ainda não tem um partido para disputar as eleições de 2022. Segundo ela, o partido escolhido será o "mais ético".
"Não tenho partido. Não sou política. Não sei ainda qual partido eu vou acolher. Mas eu sei que vou ser uma pessoa independente", disse a médica, que também defendeu que mais mulheres cheguem ao Senado.
A profissional de Saúde afirma no vídeo que sabe que está entrando em um covil e que está se "alinhando nas trincheiras" de uma guerra.
"Estou me alinhando nas trincheiras, porque é uma guerra. É uma guerra biológica, uma guerra de inescrupulosidade, de questões antiéticas, de agressões, de tentativas de descaracterizações dos ideais das pessoas" disse.
A oncologista e imunologista ganhou notoriedade ao longo da pandemia da COVID-19 por defender o uso de medicamentos sem comprovação científica no tratamento da doença, também defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).
© Foto / Agência Senado / Edilson RodriguesRelator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), realiza leitura do relatório final da comissão no Senado, 20 de outubro de 2021
Relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), realiza leitura do relatório final da comissão no Senado, 20 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.12.2021
Relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), realiza leitura do relatório final da comissão no Senado, 20 de outubro de 2021
Yamaguchi teve pedido de indiciamento solicitado no relatório final da CPI da Covid por "epidemia com resultado de morte", tendo sido interrogada por senadores sobre sua relação com o governo federal através do "gabinete paralelo". A infectologista negou as acusações.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала