Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia propõe aos EUA trabalho conjunto para buscar estabilidade mundial

© AP Photo / Yulia ZyryanovaO vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, durante uma reunião em Moscou, em 4 de dezembro de 2020
O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, durante uma reunião em Moscou, em 4 de dezembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 14.12.2021
Nos siga no
O vice-presidente do Conselho de Segurança russo, Dmitry Medvedev, declarou, nesta terça-feira (14), que a Rússia está tentando se aproximar dos Estados Unidos para buscar a estabilidade e a segurança internacionais.
Ele lembrou que, em 2002, os EUA "retiraram-se unilateralmente" do Tratado ABM (Tratado sobre Mísseis Antibalísticos) de 1972, que restringia o uso dos equipamentos, e que a Rússia fez todo o possível para preservar o documento e que agora tenta reativar uma cooperação.

"A Rússia propõe aos Estados Unidos um esforço conjunto para o reforço da estabilidade estratégica, baseado no princípio da indivisibilidade e inter-relação das armas estratégicas ofensivas e defensivas, previsto no Novo Tratado de Redução de Armas Estratégicas [START III], estendido no ano passado por cinco anos", disse Medvedev.

Segundo o vice-presidente do Conselho de Segurança, é importante que Washington também se comprometa com o acordo e "não tente, imprudentemente, rumar para o leste com a OTAN ou posicionar armas de ataque perto das fronteiras com a Rússia".
Medvedev afirma que a saída dos EUA do tratado, há duas décadas, foi um estímulo para a Rússia aprimorar as atividades do complexo industrial de Defesa e criar novos modelos de armas.
Estação de compressão de gás na Itália - Sputnik Brasil, 1920, 14.12.2021
Panorama internacional
UE planeja pôr fim aos contratos de gás de longo prazo com Rússia até 2049, diz Bloomberg
Além disso, Medvedev destacou que até hoje os norte-americanos não possuem um escudo confiável contra possíveis ataques nucleares de outras potências, "inclusive aquelas que os EUA tentaram isolar através da imposição de sanções".
Para o vice-presidente do Conselho de Segurança, "esta posição prova que os EUA priorizam seus próprios interesses políticos internos, em detrimento do trabalho coerente destinado a preservar a estabilidade estratégica global".
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала