Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Bloomberg revela discussão tensa entre Lavrov e Blinken sobre Ucrânia em encontro na Suécia

© Sputnik / Assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensMinistro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, durante reunião fora do programa do Conselho Ártico em Reykjavik, 19 de maio de 2021
Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, durante reunião fora do programa do Conselho Ártico em Reykjavik, 19 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 05.12.2021
Nos siga no
A Bloomberg revelou, citando fonte anônima, uma discussão tensa sobre a Ucrânia que houve entre o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, durante encontro na Suécia.
De acordo com a fonte citada pela Bloomberg, ocorreu um diálogo sobre as contramedidas do Ocidente em caso de "agressão russa" na Ucrânia.
"A discussão tensa começou depois que os EUA e seus aliados europeus começaram a procurar maneiras, incluindo possíveis sanções, de responder à ameaça de uma 'invasão russa' da Ucrânia com relação ao envio de tropas pelo presidente Vladimir Putin para próximo da fronteira com o país vizinho", informou.
Conforme a fonte, Lavrov recordou a Blinken que os acontecimentos em Kiev em 2014 foram um golpe de Estado.
"Ele também acusou a OTAN e União Europeia de reprimirem a dissidência e ameaçarem a Rússia", segundo a Bloomberg.
Por sua vez, Blinken definiu a OTAN como uma "aliança defensiva" e declarou que as forças leais ao ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich "abriram fogo contra manifestantes pacíficos em Kiev e mataram mais de cem pessoas".
Vladimir Putin, presidente da Rússia (à direita), e Joe Biden, presidente dos EUA, durante cúpula na Villa La Grange, em Genebra, Suíça, 16 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 04.12.2021
Panorama internacional
Biden e Putin farão videoconferência em 7 de dezembro, temas incluem Ucrânia
Ao longo das últimas semanas, a Ucrânia e alguns países ocidentais têm manifestado preocupações com o suposto aumento de forças russas perto da fronteira russo-ucraniana, descrito por eles como "ações agressivas" da Rússia. No entanto, Moscou refutou as acusações, dizendo que tem o direito de deslocar tropas dentro de seu próprio território.
Além disso, Lavrov observou que o número de militares ocidentais aumentou em Donbass. De acordo com Lavrov, essa ação pode instigar as autoridades ucranianas para iniciarem "aventuras militares", criando uma ameaça direta à segurança da Rússia.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала