Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Arábia Saudita permitirá entrada para vacinados com Sputnik V a partir de 1º de janeiro

© Sputnik / Aleksandr Kryazhev / Abrir o banco de imagensVacina Sputnik Light usada em ponto de vacinação em Novossibirsk, Rússia
Vacina Sputnik Light usada em ponto de vacinação em Novossibirsk, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 05.12.2021
Nos siga no
A Arábia Saudita se juntou aos mais de 100 países que aceitam os viajantes vacinados com a Sputnik V, após longo trabalho entre o Ministério da Saúde da Arábia Saudita e o Fundo Russo de Investimentos Diretos, apoiado pelo Ministério dos Investimentos da Arábia Saudita.
Neste domingo (5), o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) anunciou que a Arábia Saudita concedeu a aprovação para entrada de indivíduos vacinados com a vacina russa Sputnik V, com início a partir do dia 1º de janeiro de 2022.
A Arábia Saudita se juntou a outros 101 países que aprovaram a entrada de indivíduos vacinados com a vacina Sputnik V após longa cooperação e discussões entre o Ministério da Saúde da Arábia Saudita e o RFPI, apoiado pelo Ministério dos Investimentos do país. A aprovação aos vacinados com Sputnik V para visitar a Arábia Saudita e outras medidas conjuntas no combate à pandemia foram o foco do encontro entre o ministro da Saúde da Arábia Saudita, Fahad Al-Jalajel, o ministro dos Investimentos da Arábia Saudita, Khalid Al-Falih, e o diretor-geral do RFPI, Kirill Dmitriev, em Riad, no início de novembro.
A decisão alcançada vai permitir aos mulçumanos do mundo todo vacinados com a Sputnik V participar das peregrinações de Hajj e Umrah aos locais mais sagrados do Islã nas cidades de Meca e Medina.
Especialista segura um frasco da vacina Sputnik V contra o coronavírus em Moscou, na Rússia, em 18 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 29.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Rússia desenvolve nova versão da Sputnik V contra a variante Ômicron do SARS-CoV-2
Ao entrar no país, às pessoas vacinadas com a Sputnik V será necessária uma quarentena de 48 horas e um teste PCR.
Os países que abrem suas fronteiras àqueles que receberam a vacina Sputnik V estão demonstrando que vão ajudar sua indústria do turismo e comércio para uma recuperação mais rápida. Com a Arábia Saudita abrindo suas fronteiras para os vacinados com a Sputnik V, esta decisão vai ter um papel importante para elevar o fluxo de turismo e estabilizar os laços comerciais entre a Rússia e a Arábia Saudita, incluindo através das atividades do Conselho Econômico Russo-Saudita.
Estabelecido em 2019, o Conselho visa desenvolver a economia bilateral e os laços comerciais, bem como os investimentos entre a Rússia e a Arábia Saudita em todos os setores. Ele é copresidido por Kirill Dmitriev, diretor-geral do RFPI, e sua Alteza Real, o príncipe Abdullah bin Bandar bin Abdul Aziz, ministro da Guarda Nacional do reino.
Em geral, separar a autorização das vacinas contra COVID dos certificados de vacinação é outro passo importante para evitar a discriminação de vacinas e apoiar os esforços dos governos na reabertura segura das fronteiras aos moradores e turistas.
Seringas e ampolas da Sputnik Light, vacina contra o SARS-CoV-2, em Novosibirsk, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 26.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Vacina Sputnik V combinada com Sputnik Light oferece proteção de 92% contra COVID-19, diz ministro
Principais requisitos dos 102 países que permitiram visitas com a vacinação da Sputnik V:
Indivíduos vacinados com Sputnik V podem visitar um total de 31 países sem qualquer aprovação adicional relacionada à COVID-19.
Outros 71 países requerem testes de anticorpos positivos ou PCR negativos, ou têm requisitos adicionais à entrada.
Apenas 15 países requerem outras vacinas diferentes da Sputnik V. Apenas cinco destes países (menos de 9% das viagens internacionais), incluindo os EUA (representando menos de 3%), confiam plenamente na lista de vacinas aprovadas pela OMS, à qual se espera que a Sputnik V seja adicionada neste ano. Fontes: ministérios dos respectivos países, sites de turismo.
Uma profissional da saúde faz a aplicação da vacina russa Sputnik V em um centro de vacinação em Moscou, na Rússia, no dia 19 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Estudo húngaro aponta Sputnik V como vacina mais eficaz contra mortes por COVID-19
O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI) foi criado em 2011 para investir em títulos, principalmente na Rússia, com investidores financeiros e estratégicos de reputação internacional. O RFPI age como um catalisador para o investimento direto na economia russa. Os responsáveis pelo gerenciamento do RFPI estão sediados em Moscou. Atualmente, o RFPI conta com a experiência bem-sucedida da implementação conjunta de mais de 80 projetos com parceiros estrangeiros, cobrindo mais de 95% das regiões da Rússia.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала