Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ministro da Defesa indiano explica por que país não abrirá mão dos S-400 russos

© Sputnik / Igor Zarembo / Abrir o banco de imagensSistema de mísseis S-400
Sistema de mísseis S-400 - Sputnik Brasil, 1920, 03.12.2021
Nos siga no
Em comunicado ao Parlamento indiano, o governo de Narendra Modi garantiu que não vai dar para trás na compra do sistema de mísseis S-400 da Rússia.
O ministro da Defesa, Ajay Bhatt, informou nesta sexta-feira (3) que o governo indiano está ciente das consequências da compra dos mísseis, uma referência ao Ato Contra Adversários da América Através de Sanções (CAATSA, na sigla em inglês).
"O governo toma decisões independentes com base na percepção de ameaças, de aspectos operacionais e tecnológicos, a fim de manter as Forças Armadas em estado de prontidão para enfrentar todo tipo de desafios no âmbito da segurança", disse Ajay Bhatt.
A Índia assinou um acordo de US$ 5,5 bilhões (R$ 30,63 bilhões) para compra de cinco regimentos de sistemas S-400 em 2018. Os EUA argumentam que, de acordo com o CAATSA, a compra dos mísseis "constituirá claramente uma transação significativa, e portanto sancionável, com o setor de Defesa russo".
No entanto, o Departamento de Estado norte-americano informou em novembro deste ano que o governo Biden ainda não decidiu o que vai fazer caso a Índia, de fato, receba o armamento russo.
A previsão é de que os mísseis sejam entregues na segunda metade de dezembro. Os Estados Unidos chegaram a oferecer um sistema alternativo de mísseis ao governo indiano, o qual foi recusado.
Veículo de Teste Orbital X-37B na Base da Força Aérea de Vandenberg (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 20.11.2021
Novo sistema antimíssil S-550 russo será capaz de derrubar veículo espacial X-37 dos EUA
O S-400 Triumph é um sistema de mísseis móvel de proteção aérea desenvolvido pela Rússia na década de 1990, que entrou em operação em 2007. Ele é capaz de interceptar aeronaves, mísseis guiados e drones de combate. O sistema usa um tipo de míssil capaz de atingir alvos a mais de 250 quilômetros de distância, e tem poder de interceptar mísseis dentro de um raio de 60 quilômetros.
Mais de 100 agentes e funcionários da Força Aérea Indiana passaram por um treinamento intensivo em Moscou, mas retornaram à Índia antes do início da implantação do sistema S-400 ao longo da fronteira com a China.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала