Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Nova variante da COVID-19: Anvisa recomenda restrição de viajantes de 6 países da África

© Foto / Agência Brasil / Marcelo CamargoFachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). - Sputnik Brasil, 1920, 26.11.2021
Nos siga no
Segundo Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a nova estirpe do vírus SARS-CoV-2 "possui características mais agressivas, o que requer medidas imediatas".
Nesta sexta-feira (26), a Anvisa divulgou nota técnica sugerindo que o governo brasileiro adote medidas de restrições para voos e viajantes vindos da África, em decorrência da detecção da nova variante do SARS-CoV-2, identificada como B.1.1.529, segundo o G1.
Os países identificados na nota técnica são: África do Sul, Botsuana, Suazilândia, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.
"É uma variante que possui características mais agressivas e que, obviamente, requer das autoridades sanitárias mundiais medidas imediatas. [...] Já enviamos nossas notas técnicas para os ministérios da Casa Civil, Saúde, Infraestrutura e Justiça no sentido que voos vindos desses países, são países localizados no sul do continente africano, sejam temporariamente bloqueados, não venham para o Brasil", explicou o diretor da agência Antonio Barra Torres citado pela mídia.
A nova variante já apresenta 50 mutações e traz consigo sérias preocupações, uma vez que nenhuma estirpe do vírus SARS-CoV-2 sofreu tantas mutações desde o começo da pandemia.
SARS-CoV-2 (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 31.08.2021
Mutação do SARS-CoV-2 ocorre quase uma vez por semana, revela estudo
Mais de 30 dessas mutações acontecem justamente na proteína S, conhecida como a "chave" que o vírus utiliza para entrar nas células do corpo humano, o que fez diversos países acenderem a luz vermelha nas políticas de combate ao vírus.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала