Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Pfizer processa funcionária que teria roubado segredos de vacina contra COVID-19

© REUTERS / HANNIBAL HANSCHKEVacina contra o novo coronavírus da Pfizer/BioNTech "Comirnaty"
Vacina contra o novo coronavírus da Pfizer/BioNTech Comirnaty - Sputnik Brasil, 1920, 25.11.2021
Nos siga no
A empresa farmacêutica Pfizer Inc. alega que uma "futura ex-funcionária" roubou milhares de arquivos, incluindo documentos com segredos comerciais ligados à vacina contra a COVID-19, em um processo no tribunal federal da Califórnia.
Chun Xiao (Sherry) Li supostamente carregou mais de 12.000 documentos, incluindo "dezenas" de documentos com informação confidencial em uma conta no Google Drive, alegou a Pfizer em uma denúncia apresentada na terça-feira (23) e divulgada pelo Bloomberg Law.
A empresa disse que os documentos, que foram carregados durante três dias em outubro, contêm informação sobre uma variedade de tópicos, como análises de estudos de vacina, metas operacionais e planos de desenvolvimento de novos medicamentos.
Li começou a trabalhar no Global Product Development Group da Pfizer na China em 2006 e em 2016 se transferiu para San Diego, nos EUA. Ela assinou um acordo de confidencialidade como parte de seu emprego, segundo o portal.
A Pfizer alegou que Li foi à empresa biofarmacêutica Xencor Inc., onde foi entrevistada e recebeu uma oferta de emprego. Quando confrontada, Li admitiu que carregou os documentos, mas para uso pessoal, não para os enviar a qualquer outro lugar.
A farmacêutica solicitou uma ordem de restrição temporária para prevenir que Li use, divulgue, transmita ou altere qualquer informação confidencial que ela possui.
A empresa também solicitou que um advogado de fora da Pfizer tenha acesso às contas pessoais do Google Drive e dispositivos de computação de Li.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала