Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Para receber Bolsonaro no partido, PL rompe acordos com João Doria e ACM Neto

© Folhapress / Mateus BonomiReunião da executiva nacional do PL (Partido Liberal), presidida pelo presidente da legenda, Valdemar Costa Neto (no centro, de terno cinza), 17 de novembro de 2021
Reunião da executiva nacional do PL (Partido Liberal), presidida pelo presidente da legenda, Valdemar Costa Neto (no centro, de terno cinza), 17 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.11.2021
Nos siga no
Chefe do Executivo teria feito exigências para vir através da legenda como candidato à presidência em 2022. Ao romper parcerias, presidente do PL transgride mandamento número um do centrão: não quebrar acordos.
Na terça-feira (23), o Partido Liberal (PL) se reuniu com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e definiu a data para filiação do mandatário ao partido, a qual acontecerá no dia 30 deste mês.
Entretanto, nesta mesma reunião entre Bolsonaro e o chefe da sigla, Valdemar Costa Neto, Valdemar teria prometido ao presidente de que deixaria na mão dois aliados: João Doria em São Paulo e ACM Neto na Bahia, de acordo com o jornal O Globo.
Segundo a mídia, para Doria, Valdemar havia prometido apoiar a campanha de Rodrigo Garcia (PSDB), seu vice-governador que deve concorrer ao governo do estado. Na Assembleia Legislativa, o PL é aliado dos tucanos.

Entretanto, em troca de sua filiação, Bolsonaro solicitou que o partido não fizesse qualquer gesto de apoio ao candidato do PSDB em 2022.
© REUTERS / Adriano MachadoPresidente do Partido Liberal brasileiro, Valdemar Costa Neto, observa durante encontro com parlamentares de seu partido em Brasília, Brasil, 17 de novembro de 2021
Presidente do Partido Liberal brasileiro, Valdemar Costa Neto, observa durante encontro com parlamentares de seu partido em Brasília, Brasil, 17 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.11.2021
Presidente do Partido Liberal brasileiro, Valdemar Costa Neto, observa durante encontro com parlamentares de seu partido em Brasília, Brasil, 17 de novembro de 2021
Já na Bahia, o PL estava já fechado com ACM Neto, candidato ao governo. O vice-presidente do União Brasil se encontrou com Valdemar há alguns meses e selou o acordo.
No entanto, de acordo com a mídia, o chefe do Executivo também teria feito outro pedido: apoio da legenda a João Roma, ministro da Cidadania, ao governo.
Ao dar esses passos, Valdemar Neto rompe com a regra número um do centrão: não quebrar acordos.
O presidente Jair Bolsonaro recebe o presidente da Colômbia Iván Duque, em visita oficial, no Palácio do Planalto - Sputnik Brasil, 1920, 19.11.2021
Filiação de Bolsonaro ao PL já tinha 'carta branca' e foi adiada para acalmar militância, diz mídia
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала