Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Estudo húngaro aponta Sputnik V como vacina mais eficaz contra mortes por COVID-19

© AP Photo / Pavel GolovkinUma profissional da saúde faz a aplicação da vacina russa Sputnik V em um centro de vacinação em Moscou, na Rússia, no dia 19 de novembro de 2021
Uma profissional da saúde faz a aplicação da vacina russa Sputnik V em um centro de vacinação em Moscou, na Rússia, no dia 19 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.11.2021
Nos siga no
Um estudo comparativo entre cinco vacinas na Hungria mostrou que a Sputnik V é a melhor para prevenir a população contra mortes por COVID-19. Sua eficácia também é alta contra infecções.

"Um estudo observacional nacional independente e único na Hungria, estado-membro da UE [União Europeia], estimando e comparando diretamente a eficácia de cinco vacinas contra a COVID-19, demonstrou que a vacina russa Sputnik V tem a maior eficácia [98%] contra mortes relacionadas ao novo coronavírus, além de atingir eficácia de 85,7% contra infecções, liderando o ranking ao lado da vacina da Moderna", diz a nota dos cientistas do estudo, publicado na revista científica Clinical Microbiology and Infection.

O levantamento foi conduzido pelos principais especialistas da Universidade Semmelweis e do instituto de pesquisa científica Syreon Research, ambos localizados em Budapeste, com participação ainda de uma dúzia de instituições médicas do país.
Além da Sputnik V, foram avaliados os imunizantes da Moderna, da Pfizer-BioNTech, da Sinopharm e da AstraZeneca.
O estudo foi feito com base em dados de campo de 3,7 milhões de indivíduos vacinados na Hungria.
© FotoKirill Dmitriev, diretor-geral da RFPI
Kirill Dmitriev, diretor-geral da RFPI - Sputnik Brasil, 1920, 25.11.2021
Kirill Dmitriev, diretor-geral da RFPI
O diretor-geral do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), Kirill Dmitriev, comemorou o resultado do estudo, ressaltando a independência e quantidade e participantes.

"A Sputnik V demonstrou os melhores resultados entre cinco vacinas", disse Dmitriev.

A Hungria foi o primeiro estado-membro da União Europeia a autorizar o uso da Sputnik V.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала