Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Anomalia na Nebulosa da Chama é descoberta pelo Hubble (FOTO)

© Foto / ESONebulosa NGC 1788, também conhecida como Morcego, na constelação de Orion
Nebulosa NGC 1788, também conhecida como Morcego, na constelação de Orion - Sputnik Brasil, 1920, 24.11.2021
Nos siga no
Na terça-feira (23), a NASA divulgou uma imagem registrada pelo Telescópio Espacial Hubble, mostrando uma anomalia na constelação de Orion.
De acordo com a NASA, a imagem mostra a Nebulosa da Chama, ou NGC 2024, uma extensa área de formação de estrelas presente na região leste da constelação de Orion, a aproximadamente 1.400 anos-luz da Terra.
A descoberta ocorreu enquanto o Hubble buscava discos protoplanetários, que são discos de gás e poeira em torno das estrelas que podem formar novos sistemas solares.
Durante a pesquisa, o telescópio encontrou quatro discos protoplanetários e quatro em potencial na NGC 2024, notando que os discos estão sendo gastos pela intensa radiação de estrelas próximas, fazendo com que haja a possibilidade de nunca ter a chance de formar planetas.
© Foto / NASA, ESA, and K. Stapelfeldt (Laboratório de Propulsão a Jato); Editada; Gladys Kober (NASA/Universidade Católica da América)Hubble registrou uma pequena parte da Nebulosa da Chama, que é parte da constelação de Orion ao longo da Nebulosa Cabeça de Cavalo
Hubble registrou uma pequena parte da Nebulosa da Chama, que é parte da constelação de Orion ao longo da Nebulosa Cabeça de Cavalo  - Sputnik Brasil, 1920, 24.11.2021
Hubble registrou uma pequena parte da Nebulosa da Chama, que é parte da constelação de Orion ao longo da Nebulosa Cabeça de Cavalo
Além disso, a NASA encontrou três globuletes na NGC 2024, que são pequenas nuvens de poeira escuras que podem ser vistas ao fundo das nebulosas brilhantes.
Acredita-se que essas nuvens de poeira formem anãs marrons, objetos quentes grandes demais para serem planetas, mas sem massa suficiente para se tornarem estrelas, bem como outros objetos de massa planetária de flutuação livre em nossa galáxia.
A Nebulosa da Chama é parte de um complexo de nuvens moleculares de Orion, que inclui algumas nebulosas famosas, como a Cabeça de Cavalo e a Nebulosa de Orion.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала