Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de novembro

© AP Photo / Ahn Young-joonFuncionários prestam homenagem ao ex-presidente sul-coreano, Chun Doo-hwan, em frente do carro funerário, Seul, Coreia do Sul, 23 de novembro de 2021
Funcionários prestam homenagem ao ex-presidente sul-coreano, Chun Doo-hwan, em frente do carro funerário, Seul, Coreia do Sul, 23 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.11.2021
Nos siga no
Bom dia! A Sputnik Brasil está acompanhando as matérias mais relevantes desta terça-feira (23), marcada pela morte do antigo presidente sul-coreano Chun Doo-hwan, pelas conversações entre Putin e Abbas em Sochi e pelo grande acidente com ônibus turístico na Bulgária.

STF suspende quebra de sigilo de Bolsonaro pela CPI da Covid

O ministro Alexandro de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a determinação da CPI da Covid que estabelecia o envio de sigilos telemáticos do presidente Jair Bolsonaro ao procurador-geral da República e à Corte. O pedido do colegiado foi assinado na semana passada e publicado ontem (22). A comissão pediu a quebra do sigilo de Bolsonaro nas redes sociais por causa de uma transmissão ao vivo em que ele associou a vacina anti-COVID-19 ao desenvolvimento da Aids. A Advocacia-Geral da União, representante do chefe do Planalto, entrou com um mandado de segurança no STF para que o sigilo fosse mantido. Porém, na decisão, Moraes disse: "Não vi utilidade na obtenção pela CPI das informações e dos dados requisitados para fins de investigação ou instrução probatória já encerrada e que sequer poderão ser acessadas pelos seus membros".
© REUTERS / UESLEI MARCELINOPresidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, 11 de novembro de 2021
Presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, 11 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.11.2021
Presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, 11 de novembro de 2021

Senado aprova feriado nacional em homenagem a irmã Dulce

A Comissão de Educação do Senado aprovou um projeto que estabelece novo feriado em homenagem a Santa Dulce dos Pobres no dia 13 de março. A data escolhida é o dia da morte de irmã Dulce, que faleceu no ano de 1992 em Salvador. O projeto, da autoria do senador baiano Ângelo Coronel, vai agora para a Câmara. Em 13 de outubro de 2019, irmã Dulce foi canonizada pelo Papa Francisco no Vaticano, se tornando a Santa Dulce dos Pobres, considerada pelo Vaticano a primeira santa brasileira. Depois disso, o governo da Bahia decretou a data como Dia de Irmã Dulce no estado, sem ser feriado. A igreja Católica celebra a Santa Dulce em 13 de agosto, dia no qual ela se tornou freira. Conhecida como "Anjo Bom da Bahia", ela é uma das religiosas mais populares do Brasil pelo seu trabalho social prestado aos pobres e necessitados.
© Folhapress / Joá Souza/Futura PressEscultura de Santa Dulce dos Pobres no Hospital Santo Antônio, na cidade de Salvador, 29 de outubro de 2021
Escultura de Santa Dulce dos Pobres no Hospital Santo Antônio, na cidade de Salvador, 29 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.11.2021
Escultura de Santa Dulce dos Pobres no Hospital Santo Antônio, na cidade de Salvador, 29 de outubro de 2021

Acidente em Joinville: cerca de 30 pessoas caem no rio na sequência de desabamento da calçada

Na noite desta segunda-feira (22), durante uma apresentação de Natal em Joinville, no norte de Santa Catarina, uma calçada cedeu e várias pessoas que acompanhavam a cerimônia de abertura caíram no rio. A prefeitura informou que houve no total 33 vítimas, mas todas foram resgatadas e estão fora de perigo. Segundo a emissora CNN Brasil, ao todo, 21 adultos e 12 crianças foram atendidos no Hospital Municipal São José e no Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria. Conforme as unidades de saúde, nenhum dos pacientes teve ferimentos graves e todos estão bem. A Polícia Militar e os bombeiros atenderam o acidente, bem como ambulâncias que atuaram no suporte. A calçada desabada passa sobre uma galeria fluvial e a prefeitura do município está apurando as circunstâncias do acidente. O prefeito Adriano Silva acompanhou o trabalho no local da ocorrência e convocou uma reunião de gestores de secretarias hoje (23) para determinar as próximas ações.

Aos 90 anos, falece ex-presidente sul-coreano Chun Doo-hwan

O antigo presidente da Coreia do Sul, general Chun Doo-hwan, cujo sistema autoritário do país após o golpe militar de 1979 provocou protestos em massa, morreu nesta terça-feira (23) aos 90 anos, informou a agência Yonhap. Chun tinha mieloma múltiplo, um câncer do sangue que estava em remissão, e faleceu em sua casa em Seul. O ex-presidente testemunhou a ascensão econômica do país e garantiu os Jogos Olímpicos de 1988 na capital sul-coreana. Além disso, se tornou o primeiro presidente da nação a entregar o poder de maneira pacífica. O general Chun tomou o poder na sequência de um golpe militar após o assassinato do presidente anterior, Park Chung-hee, em 1979. Ele foi chefe de Estado de 1980 a 1989, governando com punho de ferro e oprimindo brutalmente seus oponentes, tendo permanecido entre as figuras mais criticadas da Coreia do Sul. Ele é conhecido como o Carniceiro de Gwangju por ter ordenado a suas tropas que acabassem com uma revolta contra o seu governo nessa cidade. Em 1996, ele foi condenado por traição e condenado à morte, em parte pelo que aconteceu em Gwangju, mas sua execução foi comutada na apelação e ele foi libertado após um perdão presidencial. Segundo os dados oficiais, cerca de 200 pessoas morreram ou desapareceram no massacre de Gwangju, mas ativistas dizem que o número pode ter sido três vezes mais alto.
© AP Photo / Yun Jai-hyoungEx-presidente da Coreia do Sul, Chun Doo-hwan, em 2 de dezembro de 1995
Ex-presidente da Coreia do Sul, Chun Doo-hwan, em 2 de dezembro de 1995 - Sputnik Brasil, 1920, 23.11.2021
Ex-presidente da Coreia do Sul, Chun Doo-hwan, em 2 de dezembro de 1995

Mais de 40 pessoas morrem em acidente com ônibus de turismo na Bulgária

Pelo menos 45 pessoas morreram após um ônibus de turismo bater em uma barreira lateral e pegar fogo em uma rodovia no sudoeste da Bulgária, informou hoje (23) o Ministério do Interior do país. Segundo a agência estatal BTA, todas as vítimas eram cidadãos da Macedônia do Norte. "De acordo com dados preliminares, um ônibus registrado na República da Macedônia do Norte teve um acidente no 31º quilômetro da rodovia Struma", informou o ministério. Ao local da ocorrência chegaram policiais, bombeiros e serviços médicos de emergência. Sete pessoas que saltaram do ônibus em chamas foram encaminhadas para o hospital. Sua condição é estável. O acidente ocorreu por volta das 02h00, horário local (21h00 de segunda-feira em Brasília), perto do povoado de Bosnek, no sudoeste da Bulgária. O ônibus de turismo voltava para a Macedônia do Norte de uma excursão na Turquia. De acordo com a mídia, havia 53 pessoas a bordo. A causa do acidente ainda não foi estabelecida.
© AFP 2021 / DIMITAR KYOSEMARLIEVPoliciais e bombeiros no local do acidente com ônibus turístico na Bulgária, 23 de novembro de 2021
Policiais e bombeiros no local do acidente com ônibus turístico na Bulgária, 23 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.11.2021
Policiais e bombeiros no local do acidente com ônibus turístico na Bulgária, 23 de novembro de 2021

Putin e Abbas vão discutir situação no Oriente Médio em Sochi

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, vai realizar um encontro com o líder da Palestina, Mahmoud Abbas, na cidade de Sochi, na costa russa do mar Negro, nesta terça-feira, 23 de novembro. O Kremlin informou recentemente que os dois líderes vão debater o futuro desenvolvimento da cooperação bilateral e discutir a situação na região do Oriente Médio, tendo em conta os esforços feitos pela Rússia para regularizar o conflito entre Israel e a Palestina. Os líderes dos dois países conversaram pela última vez por telefone em dezembro de 2020, por iniciativa do lado palestino. Durante o telefonema, Putin reafirmou a prontidão da Rússia de ajudar a alcançar uma solução justa e duradoura para o conflito palestino-israelense, inclusive por meio do envolvimento potencial dos mediadores internacionais do quarteto (Rússia, Estados Unidos, União Europeia e ONU). Putin e Abbas tinham também falado pessoalmente durante a visita de Putin a Belém em janeiro de 2020.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала