Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Congresso peruano declara Evo Morales 'persona non grata'; ex-presidente boliviano rebate no Twitter

© AP Photo / Natacha PisarenkoEvo Morales, ex-presidente da Bolívia.
Evo Morales, ex-presidente da Bolívia. - Sputnik Brasil, 1920, 23.11.2021
Nos siga no
Os parlamentares peruanos acusam Morales de "ingerência e intromissão" enquanto ex-presidente diz que "unidade e solidariedade" está acima do que é expresso pelos mesmos.
A Comissão de Relações Exteriores do Congresso peruano declarou o ex-presidente boliviano, Evo Morales, "persona non grata" por "seu ativismo político negativo no Peru".
Diante de acusações como "dar declarações a respeito de temas sensíveis que dividem a população peruana, tais como uma assembleia constituinte para 'refundar o país'", e "estatização de recursos naturais", a comissão aprovou três medidas em documento divulgado nesta segunda-feira (22), pelo Twitter de seu presidente, Ernesto Bustamente.
Outro motivo explicitado no comunicado chega até a Runasur, plataforma sul-americana de movimentos sociais que Morales vem promovendo, cuja reunião seria realizada na cidade peruana de Cusco, entre os dias 20 e 21 de dezembro.
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fala ao lado do presidente do Peru, Pedro Castillo, no Palácio Nacional da Cidade do México, México, 18 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.10.2021
Notícias do Brasil
Alinhado politicamente, Grupo de Lima 'nasceu para morrer', avalia especialista
O documento inédito determina primeiro, declarar o fundador do Movimento ao Socialismo (MAS), Juan Evo Morales, "persona non grata"; segundo, solicitar aos ministérios do Interior e da Defesa o cumprimento do acordo; e, em terceiro, comunicar à Mesa Diretora do Congresso da República do Peru para os trâmites administrativos e regulação pertinente.
Membro do partido de direita Fuerza Popular, Ernesto Bustamante, declarou Evo como persona non grata nas redes e postou o ofício endereçado "às autoridades competentes".
A Comissão de Relações Exteriores do Congresso do Peru aprovou hoje [22] por maioria um acordo que declara o cidadão boliviano Evo Morales Ayma persona non grata no Peru.
Diante do anúncio, o ex-presidente boliviano respondeu dizendo que os dois países "são irmãos com laços históricos e inquebrantáveis de luta pela dignidade e soberania" e acrescentou que a "unidade e solidariedade" vêm antes do que é expresso pelo grupo de parlamentares. "Esperamos que não sejam [as declarações] fruto do racismo", acrescentou.
Bolívia e Peru são irmãos com laços históricos e inquebrantáveis de luta por dignidade e soberania, por exemplo, em tempos de confederação Peru-Boliviana. Unidade e solidariedade estão acima de qualquer afirmação de um grupo de parlamentares, esperamos que não seja fruto do racismo

Evo Morales e Peru

O líder boliviano entrou no país vizinho a pé no dia 26 de julho para assistir dois dias depois à posse do esquerdista como novo presidente e declarou que esteve em "contato permanente" com Castillo durante a campanha e que houve coincidências "políticas e programáticas".
Posteriormente, em agosto passado, o líder boliviano esteve na cidade peruana de Arequipa, onde participou do Primeiro Congresso Nacional da Juventude. A partir daí, manifestou seu acordo com a convocação de uma Assembleia Constituinte no país andino, que foi uma das promessas de campanha de Castillo. "É uma nova refundação do Peru, como foi feito na Bolívia", disse.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала