Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Trabalhador da saúde segura seringa em ponto de vacinação contra a COVID-19 em loja de departamentos GUM de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Propagação e combate à COVID-19
Informações atuais sobre a dissimilação de coronavírus no Brasil e no mundo. Fique por dentro das principais notícias sobre o tema.

Polícia usa gás lacrimogêneo em manifestantes protestando contra lockdown na Bélgica (FOTO, VÍDEOS)

© REUTERS / Twitter / @jordynuyts / HandoutManifestantes fogem de canhões d'água durante protesto antilockdown em Bruxelas, Bélgica, 21 de novembro de 2021
Manifestantes fogem de canhões d'água durante protesto antilockdown em Bruxelas, Bélgica, 21 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.11.2021
Nos siga no
Cerca de 35.000 pessoas se reuniram em Bruxelas, Bélgica, para protestar contra novas restrições anti-COVID-19 anunciadas em meio a um aumento de casos, levando à ação policial.
Manifestantes em Bruxelas, Bélgica, começaram neste domingo (21) a construir barricadas em resposta ao gás lacrimogêneo usado pela polícia para dispersar as pessoas, relata correspondente da Sputnik do local.
Bruxelas contra o passapore sanitário
Os participantes da ação têm protestado contra novas restrições impostas, tais como proibir pessoas não vacinadas de visitar bares, restaurantes, cinemas e academias.
O evento atraiu cerca de 35.000 pessoas e levou ao bloqueio de tráfego nas ruas e túneis do centro da cidade, indica a polícia.
Protesto contra medidas de COVID-19 no Bairro Europeu de Bruxelas. Fogos de artifício e gritos de "liberdade!"
De acordo com a agência francesa AFP, o protesto, chamado de Juntos pela Liberdade, era inicialmente pacífico, mas um grupo de manifestantes começou a atirar projéteis à polícia, levando os policiais a responder com canhões d'água e gás lacrimogêneo.
VEJAM: Novas restrições da COVID-19 criaram manifestações em massa em Bruxelas no domingo [21].
A Bélgica alargou recentemente o uso de máscaras faciais e trabalho remoto obrigatório em uma tentativa de conter um novo surto de casos.
O governo belga lançou na quarta-feira (17) novas medidas para contrariar a disseminação do coronavírus e, além do certificado da COVID-19, as autoridades obrigaram todas as pessoas de pelo menos dez anos a usar máscaras em todos os locais públicos, exceto escolas, exortando os empregados a trabalhar remotamente ao menos quatro dias por semana.
Ações de protesto em massa recomeçaram na Europa nas últimas semanas, depois que os governos introduziram novas restrições antipandêmicas para reduzir o aumento dos casos de infecção. Atos semelhantes nos Países Baixos resultaram em desacatos no sábado (20), com a polícia prendendo cerca de 30 pessoas.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала