Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

'Desmatamento da Amazônia acelerou devido à povoação', diz Mourão ante novos dados do Inep

© Folhapress / Marx Vasconcelos O vice-presidente Hamilton Mourão durante coletiva sobre Viagem do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL) e Chefes de Missões Diplomáticas à Amazônia Oriental em Belém (PA), 10 de setembro de 2021
O vice-presidente Hamilton Mourão durante coletiva sobre Viagem do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL) e Chefes de Missões Diplomáticas à Amazônia Oriental em Belém (PA), 10 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 19.11.2021
Nos siga no
Segundo vice-presidente, dados sobre desmatametno divulgados ontem (18) pelo Inep não fazem sentido a partir do momento "que não passarão por ele". Mídia internacional publica manchetes com destaque sobre o assunto.
Nesta sexta-feira (19), ao comentar os dados do novo relatório do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inep) sobre o desmatamento da floresta amazônica, o vice-presidente, Hamilton Mourão, disse que o alto índice de desmate do bioma está associado ao crescimento da população.

"O que acontece é o seguinte. Existe uma pressão do avanço, não vou dizer da civilização, um avanço das pessoas que moram no Centro-Sul do Brasil para áreas de terras não ocupadas na Amazônia. Há essa pressão", afirmou Mourão citado pela Folha de São Paulo.

Na quinta-feira (18), o Inep divulgou que o desmatamento em nove estados da Amazônia Legal, registrado entre agosto de 2020 e julho de 2021, foi o maior para o período desde 2006.
De acordo com o instituto, cerca de 13.200 km² de floresta foram perdidos. A área desmatada é 22% maior do que a observada nos 12 meses anteriores, segundo a Folha.
Mourão disse que só teve conhecimento dos dados agora, mesmo que eles tenham sido elaborados no dia 27 de outubro (porém, divulgados ontem) e que não acreditava nos mesmos.
"Não acredito nisso aí. Isso aí não passou por mim. Não posso dizer algo dessa natureza, seria uma leviandade de minha parte. Ano passado esses números só foram divulgados em novembro. Tanto que eu fui até São José dos Campos [no interior de São Paulo] no dia da divulgação dos números", disse ao ser questionado se havia sido proposital a demora na divulgação.
Seção da floresta amazônica ao lado de campos de soja no estado de Pará - Sputnik Brasil, 1920, 28.10.2021
Notícias do Brasil
Desmatamento amazônico: analista não vê soluções regionais ou globais 'sem o Brasil sentado à mesa'

Dados chocam imprensa internacional

Após a divulgação das informações sobre a alta taxa de desmatamento, a repercussão na mídia mundial foi negativa e chocante.
O jornal francês Le Monde, noticiou uma matéria de capa com o título "No Brasil, o desmatamento da Amazônia acelera ainda mais", destacando no texto que "pelo terceiro ano consecutivo, desde a chegada ao poder do presidente Jair Bolsonaro, o desmatamento aumenta".
Já o jornal britânico The Guardian, publicou como manchete "Desmatamento na Amazônia brasileira atinge seu pico desde 2006", relatando no texto da matéria que "muitos cientistas advertem que se a devastação continuar, pode-se chegar em uma situação irreversível, transformando o local em uma savana".
Tal dado já havia sido ventilado pelo ambientalista Miguel Scarcello, entrevistado pela Sputnik Brasil em meados de maio, quando afirmou que, "com o atual ritmo de desmatamento, o bioma amzônico pode virar uma savana em 30 anos".
Outras mídias como o jornal El País, agência Reuters, BBC e CNBC também divulgaram os dados do Inep com destaque.
Um modelo gigante da terra é visto em uma sala de reuniões durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP26) em Glasgow, Escócia, Grã-Bretanha, 2 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 02.11.2021
COP26: 100 nações se comprometem a deter desmatamento; Brasil pretende zerar atividade até 2030
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала