Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Em Paris, Lula é recebido por Emmanuel Macron com honras de chefe de Estado (FOTOS, VÍDEO)

© AP Photo / Andrew MedichiniO ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva sorri ao chegar para uma reunião com o sindicato italiano Cgil, em Roma, quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020
O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva sorri ao chegar para uma reunião com o sindicato italiano Cgil, em Roma, quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 17.11.2021
Nos siga no
Encontro acontece em um momento delicado para relação Brasil-França. Desafeto público de Bolsonaro, presidente francês recebeu ex-mandatário brasileiro com honrarias.
Nesta quarta-feira (17), o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, foi recebido pelo presidente francês, Emmanuel Macron, no Palácio do Eliseu, em Paris. O encontro seguiu protocolo reservado a chefes de Estado.
O ex-presidente cumpre uma série de compromissos na Europa desde a última quinta-feira (11). Lula iniciou sua viagem por Berlim, na Alemanha, onde encontrou, por mais de uma hora, com o futuro chanceler alemão, Olaf Scholz.
De Berlim, foi para Bruxelas, na Bélgica, onde foi ovacionado durante discurso no Parlamento Europeu. No primeiro dia na França, ontem (16), Lula almoçou com a prefeita de Paris, Anne Hidalgo e hoje (17) encontrou com Emmanuel Macron.
Entretanto, a assessoria do ex-presidente não deu detalhes sobre sua agenda em território francês.
O tour ainda prevê uma passagem pela Espanha, onde Lula participará de uma conferência e se reunirá com lideranças políticas, de acordo com o UOL.
Macron já demonstrou, diversas vezes, sua não afinidade com o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.
O mandatário francês critica com rigidez as políticas ambientais do atual governo e é um dos defensores da não assinatura do acordo entre a União Europeia e o Mercosul, devido a essas políticas que julga como ineficazes, falando até em "crime de ecocídio" por parte do Brasil.
O presidente francês Emmanuel Macron dá uma entrevista coletiva no final do segundo dia de uma reunião dos líderes da União Europeia em Bruxelas, Bélgica, em 22 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 30.10.2021
No G20, Macron responde sobre relação Brasil-França: 'Já foi melhor'
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала