Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pentágono remove temporariamente 124.000 fotos e 17.000 vídeos da guerra no Afeganistão

© REUTERS / Fuzileiros navais dos EUA / Sargento Victor Mancilla / HandoutFuzileiro naval dos EUA inspeciona mulher durante evacuação no Aeroporto Internacional Hamid Karzai, Cabul, Afeganistão, 28 de agosto de 2021
Fuzileiro naval dos EUA inspeciona mulher durante evacuação no Aeroporto Internacional Hamid Karzai, Cabul, Afeganistão, 28 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 02.11.2021
Nos siga no
O Pentágono restringiu temporariamente o acesso a milhares de materiais audiovisuais em seu site sobre a presença militar dos EUA no Afeganistão para proteger a identidade dos afegãos que colaboraram com Washington.
O porta-voz do Departamento de Defesa, John Kirby, revelou na segunda-feira (1º) que EUA removeram cerca de 17.000 vídeos e 124.000 fotos que incluíam os rostos ou outras características identificáveis de afegãos expostos a possível vingança por parte do Talibã.
Os EUA decidiram remover os materiais por preocupações de que o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) após assumir o controle de Cabul pudesse retaliar contra os afegãos que ajudaram os Estados Unidos.
"Essas preocupações eram válidas e não pedimos desculpas por tomar essa decisão. Ainda acredito que foi a coisa certa a fazer", disse Kirby, citado pela AP.
O processo de remoção dos materiais começou em agosto e levou quase dois meses. Kirby afirmou que todos os materiais serão repostos quando as autoridades norte-americanas considerarem seguro.
"Nada foi retirado dos registros. [O material] foi simplesmente arquivado até que acreditemos que será o momento apropriado para repô-lo em seu lugar", conforme Kirby.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала