Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Novas sanções dos EUA contra Irã visam programa de drones da República Islâmica

© AFP 2021 / IRGC do IrãDrone iraniano sendo lançado durante exercícios
Drone iraniano sendo lançado durante exercícios - Sputnik Brasil, 1920, 29.10.2021
Nos siga no
As sanções ocorrem após Irã anunciar que está disposto a retomar as negociações indiretas com os EUA em novembro para salvar o acordo nuclear.
Os EUA anunciaram novas sanções contra o Irã, desta vez focadas no programa de drones de Teerã, em empresas e pessoas ligadas ao setor, anunciou o Departamento do Tesouro norte-americano nesta sexta-feira (29).
"Hoje, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros [OFAC, na sigla em inglês] do Departamento do Tesouro dos EUA designou membros de uma rede de empresas e indivíduos que forneceram suporte crítico aos programas de veículos aéreos não tripulados do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica [IRGC, na sigla em inglês] e sua unidade expedicionária, a Força Quds."
O general Saeed Aghajani, que supervisiona a administração dos drones da Força Quds e que já estava em outra lista negra norte-americana, também foi afetado pelas novas sanções, assim como o general Abdollah Mehrabi, outro alto funcionário das Força Quds.
© REUTERS / IRGC / Wana News AgencyNo Irã, mísseis da divisão naval do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica são exibidos, em 15 de março de 2021
No Irã, mísseis da divisão naval do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica são exibidos, em 15 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
No Irã, mísseis da divisão naval do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica são exibidos, em 15 de março de 2021
De acordo com o Departamento do Tesouro dos EUA, Irã "usou drones fatais e promoveu a proliferação [deles] entre os grupos apoiados" por Teerã, como o Hezbollah, do Líbano, o palestino Hamas e o movimento iemenita houthi, "assim como na Etiópia, onde a crise está se agravando e ameaça desestabilizar toda a região".
O comunicado afirma ainda que drones iranianos foram usados em ataques "contra navios internacionais e forças norte-americanas, incluindo dois incidentes neste ano.
Os quatro indivíduos iranianos adicionados na lista negra dos EUA foram: Yousef Aboutalebi, Saeed Aghajani, Abdollah Mehrabi e Mohammad Ebrahim Zargar Tehrani. As entidades que sofreram sanções são: Kimia Part Sivan Company LLC e Oje Parvaz Mado Nafar Company.
As sanções ocorrem dias após o Irã anunciar que está disposto a retomar as negociações com os EUA em novembro para salvar o acordo nuclear conhecido como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês).
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала