Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Incêndio colossal causado por vulcões devastou bosques antárticos há 75 milhões de anos, diz estudo

© AP Photo / Janice Wei / Serviço Nacional de Parques Erupção do vulcão Kilauea no Havaí, 21 de dezembro de 2020
Erupção do vulcão Kilauea no Havaí, 21 de dezembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 28.10.2021
Nos siga no
Um estudo recentemente publicado na revista Polar Research descobriu vestígios de um incêndio devastador há 75 milhões de anos que arrasou a floresta de uma região antártica que hoje corresponde à ilha James Ross.
As florestas outrora luxuriantes na ilha de James Ross foram queimadas durante o período Cretáceo tardio, compreendido entre 100 milhões e 66 milhões de anos atrás.
Segundo especialistas, os incêndios podem ter sido desencadeados por atividade vulcânica, causada por sua vez por tectônica.
"Antártica teve intensa atividade vulcânica causada por tectônica durante o Cretáceo, segundo indica a presença de restos fósseis em estratos relacionados com a queda de cinzas", detalha estudo.
Estima-se que os fragmentos de carvão vegetal descobertos no solo pertençam a gimnospermas – um grupo de plantas produtoras de sementes que inclui coníferas, cicadáceas, que os pesquisadores dizem provavelmente ser de uma família botânica de árvores coníferas chamadas Araucariaceae.
© Foto / Paleoartist, National Museum, Federal University of Rio de JaneiroRepresentação artística dos incêndios florestais na Antártica no período Cretáceo
Representação artística dos incêndios florestais na Antártica no período Cretáceo - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Representação artística dos incêndios florestais na Antártica no período Cretáceo
O período de fogo intenso do Cretáceo foi um evento global que atingiu quase todas as massas continentais durante aquele período da história da Terra, mas o novo estudo liderado pela paleobiologista Flaviana Jorge de Lima e a sua equipe da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife, mostra que os incêndios atingiram o sul da Antártica.
A região de quase 2.600 quilômetros quadrados é uma das maiores ilhas adjacentes à ponta da península Antártica. No entanto, os cientistas acreditam que no período Cretáceo tardio ela ainda fazia parte de uma porção maior de terra firme proveniente do já fragmentado e dividido paleocontinente Gondwana.
© Foto / De Lima, F.J. et al. Polar Research (2021)Plantas fossilizadas com características de carvão vegetal que datam da época dos incêndios na Antártica há 75 milhões de anos
Plantas fossilizadas com características de carvão vegetal que datam da época dos incêndios na Antártica há 75 milhões de anos - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Plantas fossilizadas com características de carvão vegetal que datam da época dos incêndios na Antártica há 75 milhões de anos
Naquele período, os dinossauros ainda habitavam na área de James Ross e acredita-se que fugiram do desastre para salvar suas vidas, escreve Daily Mail. 
O estudo considera que o "incêndio florestal natural" pode ter sido causado pelo impacto de raios, bolas de fogo, faíscas e também devido a erupções de vulcões. "É plausível que a atividade vulcânica acendesse esse paleoincêndio florestal que criou o carvão", afirmam autores.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала